...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Saturno


" O Mestre é como uma canoa : muito útil durante a travessia. "
(pensamento budista)

Saturno é um planeta de alcance mais social do que individual.
Mostra o que a sociedade exige de nós.

É um planeta com péssima fama de ser maléfico, um velho zangado e rabugento, pois representa o contato com a realidade e as limitações tanto externas como internas.

Tem muitos títulos: 
o Senhor do Tempo, que representa a durabilidade ou o desgaste, 
o Senhor do Carma, o resultado prático de nossas ações, pensamentos e emoções,
o Habitante do Umbral, aquele que nos deixa passar, ou não.

É o último planeta visível a olho nú, o último conhecido pela antiguidade, antes do telescópio.
É o planeta menos denso, cheio de gases congelados. 
Se houvesse um oceano em Saturno, ele flutuaria. 
Possui anéis, e mais de 60 luas.

Seu giro em volta do Sol leva quase 30 anos (10.759 dias: 29 anos e meio).
Fica aproximadamente 2 anos e meio em cada signo.
Um ano em Saturno equivale a 25.824 dias da Terra, ou 70 anos e 273 dias.

Saturno é Cronus, deus do Tempo.
Sua influência é lenta, diminui o ritmo daquilo que toca, desgasta e desvitaliza
Restringe, limita e cristaliza.
Vem após Júpter, que acelera, energiza, distribui bênçãos e.. exagera. 
Por isso Saturno restringe, para equilibrar os exageros de Júpter.
Com Saturno, ficamos com aquilo que é essencial, realmente importante.

Saturno não gosta de superficialidades, não é muito colorido, representa a velhice, o passado, o pouco movimento, a solidão, as coisas que duram, a rigidez, o sacrifício, a penitência.

Era conhecido pelos antigos como o Grande Maléfico (Marte era o Pequeno), pois não dá nada grátis. Primeiro o trabalho, depois o salário; primeiro o esforço, depois a recompensa; primeiro a prova, depois a nota.

Funciona como um Grande Professor, um Mestre.
Onde Saturno passa ele testa a realidade, a durabilidade, a lucidez, e aquilo que conquistamos sob a influência de Saturno é sempre duradouro, pois nós conquistamos por mérito próprio, é algo muito difícil de nos ser tirado.

Por isso também a persistência, a paciência, abnegação, a construção passo a passo, a superação de obstáculos, a responsabilidade, o dever, seriedade, economia.

Sem Saturno não materializamos nada.
Mas os exageros saturninos são avareza, mesquinhez, egoísmo, insensibilidade, carências e faltas, materialismo, ceticismo, medo, culpa, isolamento, atrasos, pobreza, excesso de carga e trabalho.

Mas Saturno não é somente um processo de dor e disciplina.
É o processo psíquico de amadurecimento, quando aprendemos a tolerar algumas frustrações em troca de algo maior, e por causa desse amadurecimento é que ampliamos a nossa consciência com aquele que vem depois: Urano.
Sem um Saturno bem forte, nós não suportamos Urano, nem Netuno, e muito menos Plutão.

Sem Saturno não chegamos a níveis transcendentes, pois quer queiramos ou não, tudo nesse planeta é sempre pôsto à prova de alguma maneira. Se nossa realização é sólida, passa na prova, senão não.

As iniciações também são de Saturno.

Liz Greene compara Saturno ao conto da Bela e a Fera, onde Saturno é sempre a Fera, e quase nunca lembrado como o Príncipe Formoso que estava escondido dentro da Fera. 
E, o que é mais bonito, a Fera só consegue se libertar do encantamento e voltar a ser Príncipe se conseguir ser amada por aquilo que é.

No corpo, Saturno rege os ossos, articulações, juntas, cartilagens, joelhos, cotovelos, dentes, audição, esqueleto, tendões, baço, bílis, pele, unhas, cabelos.
Os ossos são o que é mais duro e duradouro em nós, a última parte do corpo a se decompor depois da morte. 
Os ossos nos dão sustentação, estrutura, força e segurança.
A pele é nosso limite. 
Onde termina o nosso corpo e começa o ambiente.
 A pele nos limita, e também nos protege.

Saturno não é tão ruim como sua fama.
Ele reduz, diminui e atrasa. 
Reduzir uma temperatura muito quente não é ruim, é agradável. 
Reduzir um câncer salva uma vida. 
Tudo depende da perspectiva e do que está sendo reduzido.

Muitas vezes não compreendemos o por quê de uma experiência saturnina, mas seus trânsitos e progressões sempre trazem lições importantes.

Como um Mestre, Saturno nos coloca obstáculos no caminho.
E sua fama de maléfico é justamente por isso: poxa, mas estava tudo tão bom.. e agora isso!
Esses obstáculos servem para nos mostrar que precisamos aprender alguma lição (como lidar bem e ultrapassar o obstáculo).
Depois que aprendemos a lição, o obstáculo deixa de ser um obstáculo e passa a ser uma conquista.

Toda a posição de Saturno no mapa astral (por signo, casa e aspectos) representa o nosso ponto de fragilidade.
Temos inibição, carência, medo, limitações. E precisaremos crescer nessas áreas (signos, casas e aspectos).
Não poderemos ignorar, pois disso dependerá nossa sobrevivência.
Onde está Saturno enfrentaremos o medo, precisaremos ser persistentes, pacientes, disciplinados. 
E onde teremos nossas maiores e mais duradouras conquistas.

O signo onde está Saturno no mapa natal mostra de que maneira iremos amadurecer. 
Mostra que lições precisamos aprender, e também o ponto mais alto, materialmente, que conseguiremos chegar nessa vida.

A casa representa a área da vida que precisaremos de um esforço e disciplina extras.

Todos os aspectos de Saturno indicam lições.
Os aspectos difíceis mostram as lições que precisamos aprender.
Os aspectos fáceis mostram força pessoal.

A conjunção fortalece o planeta aspectado por Saturno, enfatizando a concentração e a disciplina.
As quadraturas e oposições desafiam a pessoa a ter sucesso material, aceitar responsabilidades e ainda a tomar consciência de aspectos psicológicos dentro de si mesmo (fraquezas que precisa aprender a transformar em forças).
Os trígonos e sêxtis são oportunidades de aprender e conquistar.
O quincuce é uma lição de flexibilidade e adaptação aos atrasos da vida.

Enfim, onde Saturno está no nascimento, ou por onde ele passa, é uma área onde não conseguiremos ficar indiferentes, ignorar.
Será melhor para nós que naqueles assuntos tocados por Saturno que façamos as coisas todas certinhas, nos esforcemos, sejamos persistentes e pacientes.

Quando ignoramos a área de Saturno, ele não nos seduz, como faz Júpter, mas nos cutuca sem piedade, machuca, e caso continuemos ignorando, ele nos tira coisas. 
Não por maldade, mas porque não estamos preparados.

Os testes de Saturno não são perseguições, são testes mesmo, estímulos ao trabalho, ao esforço e à persistência.

Para o astrólogo determinista, os acontecimentos já estavam destinados à pessoa.

Para o astrólogo cármico, os acontecimentos contribuem para a evolução e aperfeiçoamento daquela alma.

Para o astrólogo clínico, ou orientado pela psicologia, os acontecimentos são gerados ou atraídos pela própria pessoa, porque a pessoa está necessitando disso.

Saturno é, na astrologia, o aprendizado.
E suas lições nunca são esquecidas.

Namastê.

3 comentários:

João Inácio disse...

Meu saturno está no meu ascendente, a O de Gêmeos 29'5", na 12ª casa, signo solar peixes. Minha vida sempre foi dura e, após os 30, duríssima. Agora, aos 40 (41 em 2 de março) sinto tudo "parado", como melhor, como um motor num pântano, girando loucamente sem nunca sair do lugar.

Bem, gostaria que fosse diferente. Mas é que há!

Grande abraço!

Susana disse...

oi João, Saturno na casa 12 é bem difícil mesmo, pois Saturno é denso e material, e a casa 12 é abstrata e sensível. Prevê solidão e dificuldades de sobrevivência, mas essa posição pede prá você ser muito teimoso em assuntos materiais e principalmente cultivar a alegria de viver. As maiores conquistas são espirituais e/ou psicológicas. Mas isso não impede que a pessoa tenha vida longa, conquiste uma boa saúde, bons relacionamentos e dinheiro também, pois os outros fatores do mapa também influenciam.
Namastê.

João Inácio disse...

Obrigado pelos toques! Grande abraço!