...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

domingo, 19 de setembro de 2010

Estações do Ano e Astrologia



As chamadas “estações” do nosso ano solar são posições da Terra em relação ao Sol.

Lembrando que a Terra faz um movimento em torno do Sol que não é um círculo redondo, temos dois acontecimentos principais:

1) PRIMAVERA e OUTONO: são os EQUINÓCIOS, quando os dias e as noites têm a mesma duração.
Nos primeiros dias da entrada da Primavera e do Outono, o dia e a noite tem a mesma duração.

Na Primavera, conforme o tempo vai passado, os dias vão ficando maiores do que as noites, até o ponto máximo, que é a entrada do Verão.

No Outono, as noites vão ficando maiores do que os dias, até seu ponto máximo, que é a entrada do Inverno.

Os Equinócios de Primavera e de Outono correspondem a um traço horizontal, os pontos de luminosidade à direita e à esquerda de nós, o Leste e o Oeste.

2) VERÃO e INVERNO: são os SOLSTÍCIOS, quando o Sol está em sua distância maior (Inverno) ou menor (Verão) no hemisfério Sul ou Norte.

Onde é Verão, o Sol está mais próximo, e onde é Inverno o Sol está mais distante.
No Verão, o primeiro e o segundo dia são os dias mais longos, quando temos por maior tempo a luminosidade do Sol. Conforme vai passando o tempo, o Sol vai se distanciando (ou melhor, a Terra é que vai se distanciando do Sol), até chegar o Outono, quando os dias e as noites terão a mesma duração.

No Inverno, o primeiro e o segundo dia são os mais curtos, são as noites mais longas do ano, quando temos a menor luminosidade. 

Conforme vai passando o tempo, a Terra vai se aproximando do Sol até chegar a Primavera, quando os dias e as noites terão novamente a mesma duração.


Os Solstícios de Verão e de Inverno correspondem a uma linha vertical, os pontos de luminosidade acima e abaixo de nós, o Norte e o Sul.

Isso acontece todos os anos, da Terra em relação ao Sol.

A mesma coisa acontece todos os meses, relacionada com a Terra e a Lua.

Lua Nova = Inverno
Lua Crescente = Primavera
Lua Cheia = Verão
Lua Minguante = Outono.

A natureza tem seu ciclo, sua rotina.

O equilíbrio e harmonia da natureza existem enquanto ela mantiver essa rotina. 
Falo de um equilíbrio que favoreça a vida da maneira que a conhecemos, a vida humana.
Porque se esse equilíbrio é rompido de tal forma que a vida humana não seja mais possível, outras formas de vida continuam existindo.

Voltando ao assunto, esses traços verticais (Solstícios) e horizontais (Equinócios) são as linhas divisórias principais dos signos astrológicos.

Dividem o círculo (o globo terrestre) em 4 partes.
Cada uma dessas partes corresponde a uma estação.

Dentro de cada parte, temos mais 3 partes: 3 x 4 = 12 signos.

Muito antigamente, cada 3 signos correspondiam exatamente a uma estação. 
O primeiro signo o início, o segundo signo o meio e o terceiro signo o fim (já se misturando com a próxima estação).

Mas devido a algo chamado de "precessão dos equinócios", as estações estão começando antes do signo. Aproximadamente 1 mês antes.

Isso acontece devido ao movimento da Terra em relação ao Sol: cada vez que ela chega ao ponto do Equinócio de Primavera, a Terra entra alguns milionésimos de segundo antes naquele determinado ângulo, em relação ao Sol. 

Além disso, esse movimento, percebido aqui do planeta, é contrário à sequência das estações (como se elas acontecessem ao contrário). Isso é chamado de precessão dos equinócios, e é isso que dá origem a uma determinada Era.


Nesse momento, vivemos a transição da Era de Peixes para a Era de Aquário.

Se você observar o post a respeito do cinturão de fótons, verá que já estamos quase que totalmente imersos 

A nível cósmico, o fenômeno das Eras também corresponde ao fenômeno das Estações, só que num tempo bem maior.

Podemos concluir que nada é casual na natureza.

As estações acontecem todo o ano, todo o mês, e a cada 7.500 anos aproximadamente (pois uma Era corresponde a um mês no nosso ano, e 
uma Era dura em média 2.500 anos; 
multiplicando isso por 3 meses, 
temos 7.500 em média por cada estação a nível cósmico).

O signo de Aquário corresponde ao meio do Inverno no hemisfério Norte, e ao meio do Verão no hemisfério Sul.
Como as estações estão começando aproximadamente um mês antes, devido a esse movimento de precessão dos equinócios, Aquário estaria correspondendo ao final do Inverno no hemisfério Norte, e ao final do Verão no hemisfério Sul. 
Isso não está acontecendo no movimento, mas no clima.

Só que esse movimento de precessão acontece no sentido inverso, ou seja: aqui no planetinha temos Primavera, Verão, Outono e Inverno, nessa ordem.
As Eras correspondem a Primavera, Inverno, Outono e Verão, nessa ordem.

Então:

Lua Crescente = Primavera (cosmicamente Áries, Touro e Gêmeos)

Lua Cheia = Verão (cosmicamente Câncer, Leão e Virgem)

Lua Minguante = Outono (cosmicamente Libra, Escorpião e Sagitário)

Lua Nova = Inverno (cosmicamente Capricórnio, Aquário e Peixes)


Da perspectiva do clima na Terra, podemos perceber que a nível cósmico, estamos, no hemisfério Sul, saindo do início do Outono (Peixes) para o final do Verão (Aquário).

E no hemisfério Norte, saindo do início da Primavera (Peixes) para o final do Inverno (era de Aquário).

Mas cosmicamente, estamos saindo do final do Inverno (Peixes) para o meio do Inverno (Aquário), no hemisfério Norte.
E no hemisfério Sul, saindo do final do Verão (Peixes) para o meio do Verão (era de Aquário)

Viajei?

Ou será que não gostamos de perceber a nossa insignificância cósmica?

Vivemos mesmo no maia (ilusão).
Aqui, tudo nos “parece” ser.

Dependendo de nossa perspectiva, parece maior, ou parece menor.

A Primavera, o Verão, o Outono e o Inverno acontecem a cada mês, a cada ano e a cada era, independente de alegrias ou tristezas de nossa parte e mesmo de nosso conhecimento a respeito desses ciclos.

Psicológica e fisicamente, também temos as nossas estações pessoais:


Nascimento e Infância: Primavera.
Juventude: Verão.
Maturidade: Outono.
Velhice e Nascimento: Inverno.


Para nós, resta fluir na maior harmonia possível, enquanto estivermos por aqui, 
se possível lembrando que estamos morando no maia, mas somos parte da luz.

Namastê.

Um comentário:

Anônimo disse...

Oi,

gostei imenso da sua página. Curti imenso. Adorei o grupo musical Faun.
Grato.

Novo-Mundo
http://novo-mundo.blogs.sapo.pt/musica-ancestral-musica-celta-musica-5210