...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

O signo de Capricórnio

Capricórnio vibra no elemento Terra, de qualidade Cardinal, polaridade yin (feminino).

É o signo dos avatares e da iniciação espiritual. 

Parece contraditório mas não é: o signo mais material de todos é aquele que dá início à vida espiritual. 
Explico: quando chegamos ao máximo possível da matéria, partimos para o espírito.

No hemisfério Norte, corresponde ao solstício de inverno (momento que o Sol está posicionado em linha reta com o meridiano central, em seu ponto mais alto, portanto mais frio, à noite mais longa do ano, que dá início ao inverno).

No hemisfério Sul, onde estamos, é o solstício de verão (o Sol está posicionado em linha reta com o meridiano central, em seu ponto mais baixo, portanto mais quente, ao dia mais longo do ano, que dá início ao verão).

Pessoas com Sol, Lua, Ascendente ou planetas pessoais em ângulos importantes em Capricórnio se identificam mais com essa energia.

A qualidade Cardinal dá início a coisas novas.

Os signos Cardinais são Áries (início do outono no hemisf. Sul), Câncer (início do inverno no hemisf. Sul), Libra (início da primavera no hemisf. Sul) e Capricórnio (início do verão no hemisf. Sul).
Esses signos, iniciadores das estações do ano solar, demarcam os 4 quadrantes na mandala astrológica.
Cada um pertence a um elemento diferente.

No caso de Capricórnio, início do inverno no hemisf. Norte e início do verão no hemisf. Sul, é o início do quadrante de Terra.

A Terra é o último e mais concreto dos quatro elementos.
Por isso Capricórnio pode ser visto também como o início do fim. 
Mas o que é o início do fim?
É a materialização daquilo que foi pensado ou intuído, era apenas uma idéia em Áries, depois foi acalentado, sonhado, desejado, cuidado, e foi adicionada a força da emoção em Câncer, foi raciocinado, planejado, calculado e organizado em Libra.

Em Capricórnio tudo o que é abstrato já passou, estamos na fase da realização prática, materialização do sonho, concretização do ideal, o resultado prático das ações e do trabalho.

A qualidade Cardinal confere a Capricórnio a iniciativa: age a partir do estímulo interno, e não externo. Não espera pelos outros ou por circunstâncias favoráveis para dar início a alguma coisa. 
Sua motivação é sua vontade. 
Sua ação não é uma reação, não é o resultado de algo que recebeu de fora, não é uma resposta, vem de dentro de si mesmo, como todos os signos Cardinais.

Isso, aliado à sua grande praticidade (elemento terra) lhe dá um tanto de autoritarismo: gosta de comandar. 
Não é o melhor signo para receber ordens, está mais para ditar as regras. 
Não é obediente, quer ser obedecido.

Suas metas são grandes, ambiciosas, duradouras. 
Se achar isso necessário, será a pessoa mais obediente do grupo, seguirá todas as regras, até mesmo aquelas que não concorda ou acha absurdas - mas somente se tiver certeza que isso lhe levará ao objetivo pretendido. 
Alcançado o objetivo, pára de obedecer e começa a mandar.
A qualidade Cardinal lhe dá ousadia, independência e comando.

Portanto, Capricórnio é ação (cardinal) material (terra).

Capricórnio, assim como os outros signos do elemento terra (Touro e Virgem), PRECISA produzir.
Necessita muito de realização profissional e material. 
Precisa ver o resultado prático de suas ações.
Adora medir e calcular tudo, pois é prático, e sempre quer ter certezas.

Não faz nada por fazer, suas ações sempre tem um objetivo final, de preferência prático ou material.

Busca o poder e o status social. 
Prefere estar na parte de cima da pirâmide. É dessa maneira que se sente seguro.
Precisa ter certeza que seu chão é firme, sua base é sólida e segura, e que sua raiz é profunda.

A teoria é para Sagitário. Capricórnio quer a prática.

Sente que tem valor quando seu trabalho é reconhecido, quando os outros reconhecem suas capacidades, e quando consegue mostrar ao mundo: eu fiz isso.

Sua ligação com a família é muito forte.
Câncer é a raiz, Capricórnio é a planta.
Câncer é a mãe. Capricórnio é o pai.
Câncer é aconchego e proteção. 

Capricórnio é a disciplina e a luta pela sobrevivência.
Câncer constrói sua casa. Capricórnio precisa da casa para voltar do trabalho lá fora e descansar.

Para Capricórnio, a família tem algo de sagrado. 
Poderá até brigar com sua família, mas tudo fará para mantê-la unida e forte. 

E também é um signo muito ligado às tradições e ao passado.
O contato com seus ancestrais, as histórias da vovó ou do vovô lhe recarregam as energias, chegam até mesmo a dar um sentido para a sua vida. 
O sentido de continuar aquela tradição, aquela família, aquele clâ.
Adora conhecer a história, o passado dos seus antepassados e repassar isso tudo para os mais jovens, os novos membros do seu clã.
Seus valores são tradicionais e conservadores.

Embora Capricórnio tenha quase sempre muitas mágoas guardadas dentro de si, não se queixa da vida (acha que isso é perda de tempo), mas segue sempre em frente com uma persistência de ferro para conseguir o que quer.

Quando erra, não perde tempo se culpando. 
Mas no íntimo, em segredo, não se perdoa, se castiga severamente e jura que não errará novamente. Dificilmente erra, pois não se permite esse luxo. 
O erro não tem perdão, tem conserto.

Capricórnio dá conta de todas as suas responsabilidades, e geralmente fica sobrecarregado delas, pois é muito ambicioso e trabalhador. 
E ainda assim não se queixa, segue trabalhando e resmungando, mas sempre em direção à sua meta.
Não faz nada contra a sua natureza, ou contra a sua tradição.

E quando sente que algo está perdido, simplesmente vai embora (ao contrário de Touro, que fica apegado).

Detesta superficialidade e conversas banais.
Seu objetivo é chegar ao máximo gastando o mínimo (de energia ou de dinheiro).
Muito difícil de desistir.

Gosta de segurança, rotina, e é geralmente confiável. 
Mas seu círculo de amizades íntimas passa por uma peneira muito fina. 
Uma vez aceito, o amigo pode contar com alguém leal, que lhe dará a mão sempre que precisar, mas também vai ficar sempre tentando corrigir seus defeitos e falhas, tudo para lhe ajudar, claro, e lhe empurrando para o trabalho, pois Capricórnio odeia gente preguiçosa.

É muito sensível à opinião pública.
Por isso vai sempre buscar o emprego certo, a escola certa, o comportamento certo, o parceiro certo. Não suporta abrir muito a sua intimidade, pois sua privacidade é sagrada, como o é sua família.

Gosta de ter poder e status e ser muito reconhecido por sua capacidade profissional, mas não gosta de ser uma pessoa pública, com sua vida na conversa de pessoas que ele nem conhece.

É mais disciplinado do que um general. 
Seu sentido de responsabilidade e dever estão acima de seus próprios sentimentos. 
Simplesmente toma para si as responsabilidades e leva as tarefas adiante. 
Não se permite errar e nem descansar muito enquanto não terminar. 
Suporta frustração, humilhação, dificuldades financeiras, problemas de saúde, problemas de amor, chuva, sol, frio, calor... porque tem aquela inabalável certeza de que vai conseguir, vai chegar lá. Na maioria das vezes ele chega mesmo.

Seu passo é lento, porque gosta de cumprir todas as obrigações, exigências e formalidades, não deixa nada para depois ou para trás. 
Não quer ser cobrado por ninguém ou por alguma consequência de algo que deixou de fazer, ou fez mal feito, no passado.

Gosta de estudar, mas diferente de Sagitário, Capricórnio estuda aquilo que vai lhe render algum dinheiro ou vantagem profissional, aquilo que de alguma maneira vai lhe ajudar a melhorar a vida.
Jamais perderia seu tempo precioso estudando coisas abstratas como filosofia, música, artes (se fôsse muito bem pago para isso até poderia pensar no assunto).

Tem uma inteligência prática capaz de avaliar rapidamente os prós e contras de uma situação ou investimento, os custos e benefícios, e até onde pode ir. 
Reconhece claramente uma boa oportunidade.
Tem sempre seus pés no chão bem firme, é um realizador. 

Os reformadores (aquário) e os sonhadores (peixes) virão depois dele. 
Capricórnio acredita naquilo que pode ver e tocar, medir e provar. 
Detesta muitas inovações, novidades, quebras de protocolo, mudanças em tradições. 
Gosta de produzir muito, mas isso não lhe quer dizer mudar.

Capricórnio não quer mudar o mundo, quer usar o mundo como ele é. 
Quer trabalhar no mundo, e ganhar muito dinheiro.

Todas as profissões que exigem grandes responsabilidades estão em afinidade com Capricórnio. 
A vida pública também (funcionário público de carreira, político). 
Mas prefere ser o Gerente, o Chefe. Do contrário, vai preferir ser independente e ter seu próprio negócio. 
Coisas duradouras como casas, o ramo imobiliário, a agricultura também. 
Coisas sólidas, como pedras (tanto a construção como as pedras preciosas e, para os mais sensíveis, as esculturas em pedra). 
E como o simbolismo do final das coisas, também o trabalho com funerárias ou cemitérios, ou ainda os trabalhos noturnos, ou abaixo da terra (as minas, as cavernas). 
Tudo o que é antigo (museus, arqueologia..). Além disso, todo o tipo de trabalho pesado também tem a ver com Capricórnio, que aceita qualquer trabalho no início da carreira, mas sempre estará de olho em algo melhor.

Regido por Saturno, ou Cronus, o deus do Tempo. 
Saturno simboliza tudo o que é sólido, duradouro e muito velho. 
Acumula séculos de conhecimento. 
Simboliza o cuidado e a prudência de quem já se machucou muito: a experiência.
Tem paciência, já chegou até aqui. Já tropeçou, caiu e levantou mil vezes e sua expressão facial ainda é a mesma. 
Por isso, Capricórnio gosta de tudo o que é velho, antigo, tem história e já foi experimentado e comprovado.

Gosta de ter amigos mais velhos para aprender muito, mas também curte os mais jovens, para ensinar o que aprendeu.

A maioria dos capricornianos não é muito feliz na infância (principalmente a Lua nesse signo), tem dificuldade de se divertir, pois diversão não é algo palpável, concreto ou material, e não parece ser algo útil. 
Capricórnio até se diverte, mas acha que perde tempo. 
Mas a medida em que os anos passam, Capricórnio aprende a se divertir, aprende a ser feliz, aprende pela experiência própria. 
É um daqueles signos que é mais feliz na velhice do que na juventude.
Na infância parece um velho, e na velhice parece mais jovem. 
Mas só consegue se divertir e relaxar quando seus deveres e obrigações estão todos em ordem.

Capricórnio aparenta frieza, egoísmo, autoritarismo, falta de sentimentos, avareza, solidão. 
Parecido com Escorpião e ao contrário de Sagitário, desconfia até de sua própria sombra.

É tímido e desconfiado no amor. 
Alguns ficam amargos, solitário e revivem constantemente aquele passado que já se foi.
Quando Capricórnio admite o amor no seu mundinho fechado esse amor é muito cuidado, protegido, defendido, paparicado, tratado como uma realeza. 
Odeia vulgaridades. 
Gosta de pessoas fortes, pelas quais tenha admiração e respeito. 
Se o seu amor fica doente, Capricórnio atravessa tempestades de raios ou trovões para lhe trazer o remédio, ou o médico. 
Seu amor tem que ter base, estrutura. 
É ciumento, crítico, controlador, possessivo. 
Tem medo de sofrer, ou de ser rejeitado (por isso fica frio, distante, e rejeita antes).

Às vezes confunde autoestima com capacidade de trabalho. 
Precisa lembrar que no amor as coisas não funcionam como na profissão, embora também sejam necessários o respeito e a lealdade.

Não se deixa seduzir facilmente. 
Capricórnio é quem tem que seduzir, é quem tem que querer primeiro. 
E além disso, primeiro tem que confiar, para depois se entregar. 
O elemento terra lhe dá bastante sensualidade e, por incrível que pareça, Capricórnio gosta muito de carinho e de sexo. Mas tudo tem seu momento. 
Detesta intimidades em público, seu parceiro tem que ser refinadíssimo e muito educado em público, mas tremendamente sensual e liberado na intimidade. 
Todos os signos de terra necessitam muito de contato físico, do toque, e geralmente são carinhosos.

Seus defeitos? São conhecidos: frieza, dureza de sentimentos, timidez, avareza, autoritarismo, ciúme, possessividade e às vezes crueldade. 
Às vezes usa as pessoas para conseguir seus objetivos materiais e segurança. 
Mágoas do passado levam uma vida inteira para passar (se é que passam..). 
Vingança, critica demais os outros e a si mesmo (mas a si mesmo é em silêncio), tem dificuldade de ser espontâneo, se soltar, dificuldade em confiar. 
Trabalha demais. 
Às vezes lida com sua vida afetiva, emocional ou sexual como se estivesse administrando uma empresa que necessita dar lucro urgente, e pode ir a extremos. 
Ou simplesmente não aceita que as pessoas podem ter fraquezas . 
Ou ainda está constantemente carregando nas costas as pessoas que ama. 
Preocupa-se exageradamente, e pode ser bastante pessimista enquanto pensa que é realista. 
Não se permite sonhar, e nem que seja só de vez em quando, ser criança, e brincar.

Em Capricórnio, tudo é lento, mas duradouro. 
Suas conquistas são demoradas, difíceis.
Pode ser que demore muito a descobrir sua vocação. 
Ou descobre cedo mas tem muita dificuldade em seguir esse caminho. 
Demora muito para encontrar um amor, mas quando chega lá, é prá ficar.
Depois que conquista, finca suas firmes estruturas na terra e na pedra, e protege com unhas e dentes aquilo que conseguiu.
Para Capricórnio as coisas não chegam de graça, e por isso ele acha que tudo tem o seu preço, e está disposto a pagar por aquilo que quer.

Na saúde, as partes do corpo regidas por Capricórnio são a pele, os ossos, cabelos, unhas, dentes, juntas, articulações (principalmente o joelho), cartilagens. 
As doenças associadas são calcificação ou descalcificação, endurecimento de tecidos, artrite, reumatismo, cálculos, fraturas, paralisias, deslocação de ossos, doenças de pele, alegrias, urticária, erupções, espinhas, lepra, verrugas, cáries, problemas com os dentes, calvície, unha encravada, fungos, doenças da velhice.

Precisa largar a culpa e a responsabilidade por tudo, não ter medo de errar ou fracassar às vezes, pois isso faz parte da vida e da aprendizagem.
Quando Capricórnio perde o medo de amar e de ter prazer, sua vida se torna leve e, por mais que ele ache incrível, trabalha muito melhor.

Capricórnio, parecido com Escorpião, também tem 3 níveis de evolução:

1) A Cabra : Seu objetivo maior é subir na vida, materialmente falando (a cabra sobe as montanhas mais altas e dificeis). Faz qualquer coisa para alcançar bens materiais, é mesmo tremendamente materialista, e até mesmo os seus relacionamentos têm finalidade material, financeira ou profissional. Só estuda se isso lhe trouxer dinheiro ou vantagens. Sua vida é regida pela ambição. Nunca está satisfeito com o que ganha ou tem, sempre quer mais. Enquanto os joelhos da cabra não se dobrarem, enquanto não se inclinar humildemente perante algo maior (seja espiritual, social, afetivo, etc) não sairá desse nível.

2) O Crocodilo : Durante esse estágio, Capricórnio ainda é muito ligado ao dinheiro, mas está procurando expandir sua consciência, de alguma maneira, para além de sua própria personalidade. Ainda precisa domesticar seu orgulho, dominar o medo da solidão, e não deixar sua ambição lhe governar a vida. O crocodilo vive na água e na terra. Nesse nível, Capricórnio mantém sua ambição mas já entra em contato com seus sentimentos e com os dos outros.

3) O Unicórnio : O Unicórnio é o símbolo dos iniciados. A iniciação sempre acontece em montanhas elevadas. Aqui o simbolismo da montanha como matéria significa que Capricórnio não renunciou, mas se elevou acima dela. Conquista bens materiais sim, mas não é escravo do status, da opinião alheia, e das coisas que o dinheiro pode comprar. Ele usa a matéria, mas não é usado por ela. O fato de ter subido a montanha simboliza sua grande força de vontade, determinação e paciência para trilhar um caminho tão difícil e alcançar seu objetivo. Ao mesmo tempo que continua capaz de graus extremos de esforço e trabalho, o chifre único em sua cabeça simboliza a concentração em um objetivo único, maior (o chifre aponta para cima). Isso acontece após ele ter trabalhado muito bem sua vida emocional, transcendendo a si mesmo e servindo à humanidade, passando aos outros a sua experiência e a sua força. Aqui, Capricórnio é capaz de amar profundamente. Aqui, Capricórnio luta contra a injutiça, a corrupção, a doença, a ignorância, a exploração, a guerra e a escuridão.

Todos os signos Cardinais iniciam as coisas, abrem alguma porta.
Capricórnio realiza ações materiais e abre as portas da espiritualidade.
Só a partir de Capricórnio estaremos aptos a transcender, a pensar com profundidade.
Capricórnio conquista a matéria, realiza, põe em prática.
Quem consegue estudar, filosofar, expandir espiritualmente se estiver com fome, doente, sem local para morar, ou para dormir em um dia de chuva ou sol forte?
Nós somente nos voltaremos para objetivos espirituais quando as mínimas necessidade materiais estiverem atendidas.
Formar essa base é subir a montanha.
A tentação, em Capricórnio, é a ambição exagerada: mais dinheiro, mais poder, mais status, mais montanhas materiais para subir.

Capricórnio precisa trabalhar:

1) Aprenda a rir. Simplesmente rir, porque está feliz, sem finalidade alguma.

2) Depois aprenda a rir de si mesmo. Permita-se cometer alguma gafe, parecer ridículo ou fraco de vez em quando. Descubra que isso faz parte do fator humanidade em nós. Você pode aprender brincando, ao invés de sofrendo.

3) Perdoe seus erros. E depois deixe irem embora as raivas e mágoas passadas. Só assim você conseguirá construir alguma história afetiva verdadeira em sua vida.

4) Sempre que puder, durma uma tarde inteira, ou acorde mais tarde. Faça nada, desligue. Liberte-se das preocupações.

5) Trabalhe seu corpo, vá a sessões de massagem, lembre-se que tem um corpo físico, não apenas uma máquina de trabalho.

6) Passe um dia, ou algum tempo, dedicado a viver com conforto e felicidade usando o mínimo possível de dinheiro e o máximo de simplicidade. Perceba a diferença entre ser avarento e ser simples. Perceba como a vida é rica e feliz, naturalmente.

7) Encare e elimine seus medos, um de cada vez. Use sua qualidade de realismo e praticidade e filtre os medos reais dos medos irreais. Assim, já estará elimindando a maioria. Quanto aos medos reais, planeje uma estratégia para se proteger e não ter que ficar se preocupando com isso.

Sugestões para desenvolver a energia de Capricórnio:

1) Seu elemento é a terra: o contato com o chão firme é revigorante, ande de pés descalços na terra úmida ou coberta de folhas, ou na areia da praia.

2) Pratique jardinagem ou agricultura.

3) Construa uma torre. Use qualquer material, e observe que aos poucos um pedaço por cima do outro pode se tornar algo firme, estável, duradouro, seguro. Perceba a importância de cada detalhe no processo. Reflita no simbolismo das torres: é a mente que se eleva, com a ajuda do corpo.

4) Tenha metas e objetivos bem definidos e claros, e prossiga na realização destes. Inclua na lista a parte da felicidade e das diversões. Se lhe for possível, inclua também a parte da espiritualidade.

5) Troque a culpa pela responsabilidade. A culpa imobiliza e paralisa você. A responsabilidade lhe ajuda a progredir.

6) Descubra em que você tem muito talento. E produza algo inesquecível, duradouro, perfeito, com esse dom, que ao mesmo tempo lhe deixe muito orgulhoso, mas que consiga ajudar e melhorar a vida de alguém.

7) Escale uma montanha, ou algum morro. De cima, observe a paisagem, e não pense em nada, além do momento presente.

Namastê.

Nenhum comentário: