...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

sexta-feira, 21 de maio de 2010

O mês de Gêmeos: reconheço minha outra personalidade e no seu declínio eu cresço e brilho


Durante o período de Gêmeos, o Sol estará iluminando as qualidades de leveza, despreocupação, bom humor, versatilidade, percepção mais aguçada, inteligência, esperteza, rapidez, dualidade, bipolaridade, movimento, vontade de se comunicar, de aprender, curiosidade, vontade de viajar, passear.

Após o mês de Touro, quando as questões práticas, a sensualidade e a organização da vida material estavam iluminadas, precisamos nos despreocupar um pouco, passear, nos comunicar, precisamos quebrar a rotina e rir mais. 
Precisamos de novos ares, e essa brisa suave chega com o signo de Gêmeos.

Signo que gostaria de estar em todos os lugares ao mesmo tempo, necessita estar sempre perto de gente, não suporta ficar só. 
Precisa de novidade, movimento e agitação. 
Experimenta a dualidade constantemente em sua vida, oscilando entre a dúvida e a confiança. 
Às vezes fica nas nuvens, muito empolgado, e depois vai ao fundo do poço, deprimido. 
Agora otimista e confiante, e logo depois inseguro, desconfiado, indeciso.
Aproveita a sua capacidade de adaptação e sua dispersão para não levar a tristeza adiante.

O Pensamento-semente de Gêmeos é “EU RECONHEÇO MINHA OUTRA PERSONALIDADE E, COM O SEU DECLÍNIO, EU CRESÇO E BRILHO.”

Em sua escala inferior é “Que a instabilidade faça o seu trabalho”.

No mês de Gêmeos temos a oportunidade de enfrentar a nossa dualidade, a nossa bipolaridade, as nossas contradições internas. 
Sim, porque em algum local de seu mapa astral você terá presente o signo de Gêmeos. 
Mesmo que você não tenha o Sol, a Lua ou o Ascendente nesse signo, a casa ocupada por ele será algum assunto importante em sua vida. 
E nesse assunto você será contraditório, dual, bipolar. 
Nesse assunto você será muito curioso, vai querer experimentar de tudo, vai gostar de aprender, vai brincar e vai se comunicar muito bem. 
Mas nunca vai saber o que quer, porque Gêmeos, como diz o próprio nome, não é Um, é Dois.
Amor e Ódio, Tristeza e Alegria, Certeza e Dúvida, Frio e Calor..

O dualismo leva frequentemente a um caminho errado, de sofrimento, porque quando os valores são fictícios (quando pensa que tudo tem a mesma importância), perde-se o senso de proporção dedicando-se a coisas ou pessoas falsas, cuja essência não corresponde à aparência. 
Seja porque nos enganaram, seja porque nós mesmos quisemos nos enganar. 
Isso acontece principalmente quando observamos mais a aparência do que o conteúdo, algo comum no signo de Gêmeos. 
E quando a aparência é bonita, Gêmeos tem a tendência de imitar sem questionar muito. 
O resultado é bem fácil de prever: começa otimista e empolgado, e termina deprimido.

Quando isso acontece, Gêmeos foge para o movimento, a agitação, para não pensar muito, daí sua fama de superficial: prá quê me aprofundar? 
Se sou dois, talvez tenha que abrir mão de um.. então.. melhor não pensar nisso agora, deixa prá depois.. é mais  fuga do que superficialidade.

A incrível capacidade de imitação de Gêmeos faz parte de sua missão: o aprendizado. 
Quando você imita, você aprende. 
É a forma da criança pequena aprender: imitando. 
Primeiro observa atentamente e depois, caso tenha gostado, vai tentar fazer igual. 
Isso pode ser muito divertido, caso não se torne um vício.

Gêmeos pertence ao Eixo do Pensamento, do qual participa junto com seu oposto, Sagitário.
Muitas vezes seu bom senso ganha do seu sentimento. 
Porque mesmo tendo sentimentos e pensamentos contraditórios, consegue ter bom senso.

Nesse eixo, Gêmeos representa o pensamento coletivo e Sagitário representa o pensamento individual.
O pensamento coletivo vem primeiro, porque é o aprendizado: a linguagem, o comportamento, o colégio, a comunicação, os relacionamentos, tudo isso é coletivo.
O pensamento individual, de Sagitário, é quando a pessoa escolhe, dentro do coletivo, quando seleciona o que vai levar disso, e também parte em busca do autoconhecimento.

Mas em Gêmeos o coletivo é muito mais importante, porque ainda é novo, é o momento de aprender. E Gêmeos tem muita necessidade de ser aceito, amado, mais do que compreendido (tem até medo de ser muito compreendido porque daí terá que enfrentar ou assumir sua dualidade). 
Fica inseguro quando foge do padrão, quer se ajustar, quer se sentir querido, daí seu “bom senso”: segue o padrão que aprendeu, o coletivo, aquilo que acha que vai ser aceito, e não rejeitado.

Por isso, no pensamento-semente para o mês de Gêmeos, o nível inferior é “Que a instabilidade faça seu trabalho”.
Quando Gêmeos está inseguro, fica instável, e muda conforme o ambiente, mas não muda apenas por fora, muda por dentro também, se adapta por medo de não ser aceito, e se adapta tanto que esquece quem é de verdade.

O pensamento-semente superior “EU RECONHEÇO MINHA OUTRA PERSONALIDADE, E COM O SEU DECLÍNIO, EU CRESÇO E BRILHO” não é para que a dualidade de Gêmeos termine, isso iria contra a natureza do próprio signo, é justamente aceitar essa dualidade.
Isso, para Gêmeos, seria sair do pensamento coletivo e ir para o seu individual. 
O padrão, o coletivo, o politicamente correto é não ser dual, não ter contradições, negar sua bipolaridade.
Mas seu individual é dual, é contraditório. 
Gêmeos não tem necessidade de escolher entre um lado e outro, sua natureza é ficar com seus “dois gêmeos” mesmo. 
Quem tem que tomar esse tipo de decisão é Libra, que vem mais adiante.

No mês de Gêmeos, precisamos conhecer, aceitar e trabalhar nossas contradições. 
Até que ponto elas nos fazem bem, até que ponto nos atrapalham. 
Na vida nem tudo é branco ou preto; entre eles existem vários tons de cinza. 
Nem o dia e a noite começam ou terminam bruscamente, há aqueles dois momentos, no amanhecer e no anoitecer, quando os dois ficam misturados. 
E são momentos lindos. 
Mas existem contradições e dualidades que nos fazem mal, que prejudicam pessoas que amamos, e são essas que devemos trabalhar, principalmente no período em que o Sol ilumina Gêmeos, porque estaremos mais abertos para esses assuntos.

As mãos e os braços são relacionados com Gêmeos. 
São duplos, e um é diferente do outro. Um é mais forte, outro é mais fraco. Ambos são necessários.

Se relacionarmos isso com nossa vida emocional, psíquica, mental ou espiritual, são partes de nosso Ser muito necessárias para nós.
O equilíbrio entre elas, o centro, é alcançado quando integramos ambos os lados em nós mesmos, não quando matamos um e ficamos com o outro.

A dualidade e a divisão desaparece quando permanecemos no nosso centro, daí chegamos a uma síntese, à nossa Totalidade. 
E conhecemos, aceitamos e usamos todas as partes do nosso Ser.

Sempre que estivermos obstinados, obsessivos com alguma ideia ou situação, uma opinião ou um sofrimento, o Ar de Gêmeos nos ajuda com a sua capacidade de ver ambos os lados a encontrar algo de positivo. 
Ajuda a restaurar o equilíbrio e pode ser uma cura, principalmente para as pessoas centradas demais, que se percebem como o centro do espetáculo dramático do mundo, e acabam sucumbindo ao trágico, ao desespero.

A energia de Gêmeos mostra que tudo é relativo, tudo tem importância, tem uma alegria, tem um aprendizado, tem uma vantagem.. e essa “respirada” renova nossa força de luta nas dificuldades.

Portanto, nesse mês temos também oportunidade de considerar velhas histórias passadas de um outro ângulo, exercitando a tolerância, eliminando situações cristalizadas através da capacidade de se adaptar, acertar contas antigas, consertar erros e recomeçar. 
Porque a capacidade de compreensão de Gêmeos não tem preconceitos, reconhece múltiplas possibilidades e sabe que tudo não pode ser ruim o tempo todo. 

Um velho ditado diz que “quanto mais se sabe, menos se julga”.

Gêmeos está associado ainda aos mensageiros. 
Por sua ligação com o aprendizado e as comunicações, os antigos mensageiros, depois os carteiros, o Sedex, os emails, etc, fazem parte dessa energia. 
E isso inclui todo o tipo de transmissão
Sejam transmissões de palavras, de coisas, de energias, de pessoas (Gêmeos também são os táxis, os ônibus, o trânsito, as pequenas viagens). 
As transmissões e os mensageiros de todos os tipos: transmissões de rádio e TV, transmissões de energias, carteiros (transmissões de comunicações escritas), médiuns (transmissores de comunicações ou de energias do astral), tradutores (transmissores de idiomas), reikianos, massagistas. 

Diferente dos professores, que transmitem o conhecimento e ensinam (mais para Sagitário), Gêmeos transmite a mensagem, a energia, etc, exatamente como ela é. 
Funciona como uma estrada, um fio condutor, um canal de ligação. 
Tudo o que liga uma coisa a outra pertence a Gêmeos (até mesmo os neurotransmissores em nosso corpo).

Por isso durante o mês de Gêmeos, especialmente durante a Lua Cheia, os esotéricos costumam celebrar o “Festival da Boa Vontade”.
O início da idéia (a Vontade) nascida em Áries, se acumula no desejo (adquire força) para se manifestar, ser realizada em Touro e é então distribuída e compartilhada em Gêmeos.
Espiritualmente, consideramos em Áries a Vontade Divina, em Touro o Amor Divino e em Gêmeos a Sabedoria Divina. 
E o Festival da Boa Vontade é a união e a transmissão da Vontade, do Amor e da Sabedoria.

Em Áries acontece o nascimento, em Touro estabelecemos uma base segura, um local para adquirir forças.
Em Gêmeos adquirimos a capacidade de nos mover nesse local.

Até Touro temos a dimensão do espaço.
Em Gêmeos começa a dimensão do tempo.

Além disso, movendo-nos pelo espaço, descobrimos que não estamos sós, que temos vizinhos, irmãos, companheiros de atividades, e vamos até eles, aprendemos com eles.

No mês de Gêmeos colhemos informações e conhecimento, nos relacionamos mais, nos comunicamos mais. 
E nesse processo podemos aprender muito sobre nós mesmos através dos outros. 
Gêmeos não tem paciência para fazer longas meditações, análises, terapias, etc. 
Mas aprende muito no cotidiano. 
E é aí que pode sair e voltar para si mesmo. 
Simples perguntas tipo “o que os outros pensam de mim”, “como será que as pessoas me sentem” ou “o que pensam do meu comportamento” podem trazer respostas interessantes.
Podemos comparar o pensamento coletivo com o nosso próprio pensamento.

É uma boa prática, durante o mês de Gêmeos, deixar que as coisas passem por nós, permanecendo receptivos e abertos, mas sem reter nada, apenas permitindo que aquilo que for realmente importante entre naturalmente em nosso campo.
Para isso basta apenas cultivar uma atitude de percepção, de estar presente no momento de agora.
Se você prestar atenção e praticar isso, vai descobrir que não precisa ser nenhum ser especial para ter muita intuição, e vai se descobrir estando sempre no local certo e na hora certa. 
Porque sua energia estará fluindo com liberdade.

Na vida humana o intercâmbio, o sincronismo e a síntese acontecem quando crescemos além dos limites do bem e do mal, e encontramos aquele fator que unifica, o verdadeiro significado.

Sugestões para desenvolver signo de Gêmeos:

1)Preste atenção na sua respiração, descubra qual é o seu próprio ritmo.

2)Faça bastante contato com o elemento ar: pratique alguma técnica de respiração, empine pipas, faça exercícios aeróbicos ou caminhadas ao ar livre, sinta a brisa em você, encha balões coloridos e brinque com eles como fazem as crianças, brinque com um catavento, ande de helicóptero, salte de pára-quedas, perfume o ar de sua casa com incenso ou essências aromáticas, abra a janela antes de amanhecer e respire fundo o primeiro ar da manhã, etc

3)O elemento Ar está relacionado com a mente e os intercâmbios: leia, estude, vá para o computador, ouça música, faça algum curso, converse com seus vizinhos, faça palavras cruzadas ou algum outro exercício mental.

4)Para os geminianos, ou quem tem Lua, Ascendente ou algum planeta pessoal em Gêmeos: mergulhe na água, vá para o mar ou para a natureza, e fique em silêncio. Sinta o silêncio e não procure nenhuma explicação lógica. Perceba que a explicação disso está na própria experiência. Não racionalize nada, você já faz isso demais.

5) Outra para geminianos: quando estiver se sentindo muito “carregado” simplesmente mude de ambiente, dê algumas voltas pela cidade, vá para outra sala, etc.

6) Tente escrever para si mesmo sobre seus sentimentos ou pensamentos.

7) Concentre-se nas suas palavras, enquanto está conversando, perceba se está sendo claro, objetivo, e se não está magoando ninguém.

8) Procure trabalhar os dois hemisférios do seu cérebro. Se você é muito racional, busque experiências de sentimento e de pouca explicação lógica. Se você é muito emocional, busque experiências práticas e lógicas.

9) Combata a dispersão mental. Selecione algumas de suas idéias ou projetos que considera realmente possíveis e leve isso adiante, até que consiga realizar efetivamente. Leve o abstrato para o concreto. Ponha alguma teoria na prática.

10) Reflita sobre todos os triângulos amorosos em sua vida (sexuais ou não) e veja de que forma estão relacionados em você, desde o primeiro triângulo importante: você, seu pai e sua mãe.

11) Aprenda a Ouvir (com O maiúsculo). Enquanto realmente escuta o que o outro está lhe dizendo, vá observando seu tom de voz, seus gestos, sua respiração, olhe nos seus olhos, torne-se verdadeiramente receptivo. Talvez você descubra enormes contradições entre o que a pessoa está lhe dizendo com as palavras e o que lhe transmite com o corpo.

12) Desenvolva um pouco de paciência e tolerância na busca de seus objetivos. Quando você enjoar de algo que lhe parecia tão fascinante, pergunte-se se essa perda de interesse não está camuflando algum medo. Perceba se você está querendo mesmo fugir, e de quê.

Meditação para Gêmeos:
Sente-se tranquilamente de olhos fechados e observe sua respiração.
Depois que sua respiração estiver ajustada a seu ritmo natural, observe seus pensamentos chegando e partindo, sem reter nenhum. 
Caso algum pensamento insista em permanecer na sua meditação, abençoe-o e diga que vai lhe dar atenção mais tarde.
Sinta-se totalmente presente na cadeira, que está apoiada pelo chão, que está apoiado pelo planeta todo.
Concentre-se no seu coração: tenho um corpo emocional cheio de desejos, sentimentos, compreensão, paz e felicidade. 
Meu vizinho também tem. 
E eu posso estender esse corpo emocional para quem eu quiser.
Concentre-se no ponto entre as sobrancelhas (o sexto chacra).
Pergunte: “Quem sou eu?” e não se preocupe com as respostas, apenas faça a pergunta, quantas vezes quiser.
Imagine que atrás de você o Sol começa a nascer e, lentamente, vai brilhando cada vez mais.
Quando você estiver envolvido em sua luz lembre:
“EU RECONHEÇO MINHA OUTRA PERSONALIDADE E, NO SEU DECLÍNIO, EU CRESÇO E BRILHO.”

Namastê.

Nenhum comentário: