...

Precisei colocar a moderação nos comentários por causa de alguns spans que pintaram por aqui.
Você, que não é spam, faça o seu, fique a vontade.
Namastê.

Consagração do ambiente

As previsões feitas nesse blog são gerais, falam do astral do período, não são direcionadas para o indivíduo. Para fazer previsões pessoais, você precisa consultar um(a) astrólogo(a) ou numerólogo(a) e usar seu mapa astral ou numerológico de nascimento. Não estou atendendo consultas até me aposentar, estou em outro trabalho. Faço o blog porque gosto.

O som das Fadas da Noite

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

O mês de Aquário: Água da Vida eu sou, derramada para homens sedentos

O MÊS DE AQUÁRIO

No mês que o Sol passeia por Aquário ficam iluminadas as qualidades de fraternidade, idealismo, busca por mais conhecimento, atividades sociais e em grupos, a rebeldia, a excentricidade, a consciência social, a política, os ideais, a capacidade de criar, as invenções, a nossa genialidade.

Se você tem o Sol, a Lua, o Ascendente ou planetas pessoais em Aquário (Mercúrio e Vênus) sentirá mais esses efeitos.
O mapa astral é uma mandala, contém todos os signos do zodíaco e em alguma das suas 12 casas, o Sol ilumina Aquário em você.

Aquário pertence ao elemento Ar, de qualidade Fixa, e sua energia é elétrica.
Rompe limitações de tempo, espaço e matéria.
Desenvolve poderes psíquicos, percepção extra sensorial, conhecimento e intuição.

Distribui vida quando vira seu jarro.

A maior lição de Aquário é que não estamos sós, fazemos parte do Universo, somos um grupo.

O pensamento semente de Aquário é
“ÁGUA DA VIDA EU SOU, DERRAMADA PARA PESSOAS SEDENTAS”.

Em sua oitava inferior :
”Que mande o desejo material pela forma”

Os “homens sedentos” são aqueles que vagueiam pelo vale das compras.
Correm atrás delas dia e noite e continuam com sede.
Satisfazem a personalidade enquanto a alma continua vazia.

Aquário traz 3 presentes para a humanidade:

- Oportunidade: de ampliar a consciência.
- Iluminação: sabedoria, perceber a beleza de fazer parte da vida.
- Fraternidade: um estado de consciência livre do medo, do ódio e do separatismo.

Disse um Mestre que Liberdade é a sensação de que as pessoas realmente nos amam, de que estamos seguros e que todas as necessidades estão satisfeitas.

Todos cuidam de todos, e todos estão protegidos se caírem porque estão rodeados por corações que perdoam nossas falhas e nos encorajam para o sucesso..

Esse é um estágio superior de liberdade, onde a luz, a verdade e a realidade estão dentro de nós. A fraternidade começa com a boa vontade.

Durante o mês de Aquário temos a oportunidade de nos perceber sem ilusões nem desilusões, como um despertar para a vida, uma experiência consciente nas profundezas do nosso Ser.
É uma ponte entre o mundo interno e o externo onde a consciência é o ponto de encontro.

Nesse mês a energia favorece o encontro de novos caminhos, novas soluções para velhos problemas.

Aquário não sobe a montanha, como Capricórnio.
Está acima dela.

Aquário vive na fronteira entre o real e o possível.

Mas a agitação, a correria, o excesso de impressões e sensações, o excesso de distrações, a pressa em satisfazer os desejos ou colocar em prática ideias novas sem refletir antes, as mil formas de superficialidade atraindo atenção são grandes e são sinais de que estamos nos afastando do nosso mundo interior.

É importante dirigir nossos sentidos para dentro com a finalidade de ativar nossas forças internas. Só depois disso partir para as conquistas que estão fora de nós.
Caso contrário ficaremos como aquele gatinho, correndo atrás do próprio rabo.

Aproveite para durante o mês de Aquário, encontrar e viver de acordo com o seu próprio ritmo de vida já que esse signo pertence ao sétimo Raio, da Magia Cerimonial e do Ritmo.

Organize sua vida de forma a atender às exigências materiais e respeite, respeite muito seu ritmo interno.

Faça sua própria magia: viva em união com o mundo interno e o externo.
“Mundo externo” = a natureza e seus ciclos de energia.

Mundo externo não quer dizer correntes de pensamento alheias nem apelos de consumo, a última moda, etc, pois essas coisas são o reflexo do pensamento de outras pessoas.
Esse é um dos momentos para abrir ou melhorar a comunicação entre o seu mundo interno (seu próprio ser) e o mundo externo (a energia da Terra, o mundo externo que vivemos).

No mês de Aquário o mundo interno e o externo devem se aproximar mais,num intercâmbio ritmado e harmonioso.

Vivemos entre as exigências do mundo e as exigências da Alma.
Ambos são reais e importantes.
Quando negligenciamos um dos dois perdemos nosso centro de equilíbrio, e devemos encontrar o caminho de volta.
Às vezes esse caminho acontece através do sofrimento mas não precisaria ser assim.

Algumas pessoas acreditam que se pudessem viver isoladas em algum lugar paradisíaco sem as exigências do mundo, sem a pressão de horários, metas, conquistas, responsabilidades, competição e obrigações estressantes, conseguiriam ser felizes e livres.
E com essa desculpa iludem a si mesmas.
Mas o isolamento não soluciona o problema interno pois levaremos nossa Alma com todas as suas alegrias e sofrimentos a qualquer lugar que formos.

Simplesmente não podemos viajar e deixar nosso interior dentro de uma gaveta.
Portanto podemos e devemos encontrar nosso Ser, nossa Alma, chame como quiser, no meio do barulho mesmo, no lugar em que estivermos, fazendo o que estivermos fazendo.

Para desenvolver em nós o signo de Aquário precisamos estar conscientes da dualidade que estamos expostos, com exigências contraditórias.

A tarefa de Aquário é superar esse conflito e harmonizar os dois lados.
Um começo é se familiarizar, e respeitar seu próprio ritmo.

Os dois regentes de Aquário já são uma dualidade.

Saturno, antigo, tradicional, rígido, lento, cheio de cuidados e precauções, desconfiado, autoritário, olhando para o passado, e Urano, moderno, ousado, rápido, espontâneo, aberto, excêntrico, desafiador, confiante, olhando para o futuro.

Os dois são inteligentes, porém Saturno é prático e Urano é abstrato.
Esses dois devem se unir no signo de Aquário.
Uma boa maneira de fazer isso é não cobrar nada, apenas observar.
As respostas vêm sozinhas.
Apenas observe, deixe acontecer, e espere as respostas.
Você vai distinguir claramente o essencial do superficial.

Se nos olharmos da posição do observador, além da melhora na capacidade de discriminação entre a ilusão e o possível, vamos desenvolver um senso de humor capaz de sorrir de nós mesmos nas tantas vezes que agimos mesmo como palhaços principalmente quando nosso ego toma o comando.
Com a capacidade de se desprender (do elemento Ar) ampliamos nossa visão do mundo e não levamos a vida a sério demais.

Aquário é o signo do inventor.
Vai por outros caminhos,que só ele entende e enfrenta desafios complicados, não foge das dificuldades mas cria soluções originais e se diverte quando consegue vencer.

Aquário é energia de grupo e de amizade.
Não suporta ficar sem amigos e não perde sua originalidade pessoal.

Com Urano mostra a mente sempre aberta e com Saturno se concentra em si mesmo.
Aquário deve encontrar o equilíbrio do meio termo.
Alguns fazem tudo pelos outros e nada por si mesmos (os Urano exagerados) e outros ficam egocêntricos (os Saturno exagerados).

Na polaridade Aquário-Leão acontece o seguinte: Leão desenvolve a consciência de si mesmo e Aquário reconhece que nada consegue sozinho.

A consciência de grupo é o que leva Aquário a querer cuidar dos outros, ajudar, defender, acabar com as injustiças.

O Amor não começa em nós e nem termina naqueles que amamos.
O Amor passa por nós e continua o seu caminho.
Quanto mais amamos mais Amor existe na Terra.
A energia de Amor leva embora a ignorância, causa maior de sofrimento.

Só é possível quando nos sentimos responsáveis por tudo o que acontece no mundo.
Não deixamos tudo para o governo, para quem tem o poder, o dinheiro, etc, fazemos a nossa parte simplesmente fazemos a nossa parte, sempre de acordo com nosso ritmo e nosso Ser interno.

O desânimo e o desprezo são as provas que Aquário deve passar.
É difícil de ser compreendido, muitas vezes não aceito, e até desprezado, expulso por ser diferente, ser considerado difícil.
Ás vezes valores novos dão medo.
Mas a melhor coisa para nos defender desses sentimentos é amar a nós mesmos e não nos isolar.

Portanto em Aquário acontece uma alternância entre Urano e Saturno.
Enquanto Urano ilumina e abre, Saturno tem medo e testa tudo.
Nós decidimos se queremos avançar ou não, se estamos dispostos a enfrentar os medos que impedem a livre manifestação da nossa Alma, do nosso Ser, seja qual for o nome que você queira usar.

Sugestões para desenvolver o signo de Aquário em você
1) Deixe de lado atos rebeldes que possam causar dano a você ou a alguém outro.
2) Visite uma favela, um asilo, um hospital, um local onde as pessoas dependam muito umas das outras, e veja como ninguém é mais importante do que ninguém.
3) Livre-se da raiva das pessoas ou figuras que representam a autoridade.
4) Assuma a sua individualidade e respeite a dos outros.
5) Pense em algo que lhe deixe frustrado por não lhe permitir ser realmente como você é, e tente mostrar isso aos outros sem criar atritos.
6) Pense em algo que você possa contribuir para melhorar a vida por perto de você, seja um talento, ou um dom e deixe isso se manifestar em sua vida.
7) Participe de atividades em grupo.
8) Procure não supor ter entendido aquilo que ainda nem sequer ouviu.
9) Energize-se com o elemento de Aquário, o Ar: respire profundamente, deixe a brisa e o vento lhe acariciarem a pele, perfume o ar de seu ambiente, faça exercícios respiratórios, pratique yoga.
10) O elemento ar, de Aquário, as vezes pede um pouco de isolamento para fluir com leveza. Alterne os momentos de reflexão com os de união com amigos.
11) Lembre que a liberdade é conquistada. Ninguém conseguirá lhe dar a liberdade que você mesmo não ousa se dar. Assuma a responsabilidade e as consequências de suas escolhas. Isso lhe deixará verdadeiramente livre.

Meditação de Aquário:
Sentado ou deitado, de olhos fechados, procuro ver a mim mesmo, como se estivesse na minha frente, me observando.
Estou sentado.
A cadeira é apoiada pela casa, e a casa pela Terra.
Eu tenho um corpo eu cuido dele.
Mas o corpo não é o meu Ser.
Eu tenho muitos sentimentos: alegria, satisfação, felicidade, ternura, mas também irritação, raiva, impaciência.
Esses sentimentos são muitos e estão em constante mudança.
São como uma corrente de energia, passando por mim.
Eu observo esses sentimentos e deixo eles passarem, não tento segurá-los, não tento afastá-los, apenas observo.
Eu tenho sensações mas eu não sou essas sensações.
Eu tenho desejos mas eu não sou esses desejos.
Portanto eu continuo observando eles passando.
Depois concentro em meus pensamentos.
Eles vêm e vão e eu permaneço.
Eu tenho uma mente mas eu não sou essa mente.
Minha mente pode ser ativa ou parada, indisciplinada ou cheia de cultura, pode ser instruída, ignorante, dócil ou vazia.
Eu tenho muitos pensamentos, mas eu não sou os pensamentos.
Imagine que você está dentro de um lago muito lindo porém de águas agitadas.
Você está mergulhado até o nariz com a boca tapada pela água.
Seu nariz, orelhas e olhos estão por cima da água e todas as outras partes do corpo estão dentro do lago.
Você respira profunda e tranquilamente até encontrar seu ritmo.
Fica observando o lago até ele se acalmar.
Você observa a transparência e a beleza das águas tranquilas que refletem o Sol ou a Lua, como você preferir.
Você sai do lago levando consigo essa sensação de tranquilidade e aquela bela imagem, enquanto chega ao topo de uma montanha bem alta e gelada.
Enquanto observa as nuvens do céu passando por você.
Uma nuvem muito especial chama sua atenção e chega perto, convidando-lhe para um passeio. Você aceita e repousa na nuvem enquanto ela passeia no céu.
Anoitece e uma estrela muito especial começa a brilhar diferente enquanto aquela nuvem se transforma em uma trilha iluminada.
Você vai indo em direção à estrela e ela vem em sua direção.
Quando se encontram, lembre-se:
ÁGUA DA VIDA EU SOU, DERRAMADA PARA PESSOAS SEDENTAS.
Visualize-se com um cálice recebendo a energia derramada pelo jarro de Aquário.
Pense como você poderia ser um pouco da “água da vida” para alguém que você conheça


Namastê.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Júpter entrando em Peixes, conjunção com Urano


Hoje, Júpter inicia sua passagem pela tribo de Peixes.
Por onde passa, Júpter expande, cresce, aumenta, traz significado, acentua o raciocínio filosófico e traz proteção. Conhecido como o Grande Benéfico, o Anjo da Guarda, o Mestre Espiritual do mapa astral, também pode trazer arrogância, exageros, falta de limites, orgulho, preconceitos.

Após passar por Aquário, quando foi muito estimulada a intelectualidade, a fraternidade, democracia, o espírito científico, as reformas, a rebeldia e os princípios humanitários de direitos e deveres iguais a todos, em Peixes Júpter traz um grande estímulo a ter compaixão.

Estará estimulando a imaginação, a inspiração, a vida emocional, os trabalhos e talentos artísticos, a filantropia. A tendência é de crescer o misticismo e todas as manifestações de espiritualidade.

Júpter em Peixes (ou na casa 12 do mapa) é o bom samaritano, que ajuda calado e segue seu caminho. Mas também tem muitos “protetores ocultos”, daí sua fama de Anjo da Guarda. Quando tudo está muito ruim.. inexplicavelmente algo de bom reverte o problema. E assim como veio, se vai.

No positivo, a tendência é de que cresçam todas as manifestações espirituais, místicas e emocionais.
É grande a probabilidade de as pessoas buscarem apoio na fé, na religião, procurarem gurus, formarem grupos espirituais, se aprofundarem mais nas suas crenças pessoais a respeito da espiritualidade, buscarem mais conhecimento e desenvolvimento nesse sentido.
Outra forte tendência é de as ONGs de assistência social atuarem com mais força e receberem mais apoio, pois a maioria das pessoas estará comovida e compadecida com o sofrimento do próximo. As pessoas buscarão mais a compreensão, a tolerância e o perdão. A vida emocional ganha mais destaque, deixando um pouco de lado a vida intelectual de Júpter em Aquário.

Outro aspecto positivo são as curas das doenças. É bem provável que a ciência encontre algum conhecimento (Júpter) importante na cura de doenças (Peixes) de causa emocional, epidemias, ou doenças ainda inexplicáveis.

Em Peixes, a meta é colocar em prática os ideais aquarianos, tira-los do plano abstrato e trazer tudo isso ao plano emocional, o que torna mais possível a realização do que foi sonhado ou planejado.

No negativo, a tendência ao exagero nos assuntos citados: descontroles emocionais, passionalidade, romantismo e sexualidade sem controle, fantasias, devaneios, fuga da realidade. Preconceitos religiosos, fanatismo, tendência a enclausurar-se na vida mística deixando o cotidiano e as obrigações diárias ao sabor do vento. Endeusamento místico de pessoas, falsos curadores ou os falados falsos profetas da Bíblia, pessoas que se aproveitam da boa fé alheia, os charlatães religiosos. Aumento dos vícios, das doenças mentais, compulsões, delírios, abuso de remédios, álcool ou drogas.

Ainda no negativo, é possível o crescimento de epidemias, doenças inexplicáveis ou transmitidas pela água, e as de causa emocional.

Júpter, o eterno buscador de conhecimento, passeando por Peixes pode encontrar qualquer coisa! Um bom exemplo é chegar a um conhecimento muito importante na ciência tipo por acaso (como Peixes.. cá entre nós, o acaso não existe), por algum detalhe que estava ali o tempo todo mas não tinha sido notado, ou por insights, sonhos, intuição.

Seja como for, a tendência geral é se comover mais, se emocionar mais, sonhar mais, intuir mais.

Júpter também está relacionado com as leis, os estudos universitários e as grandes viagens. A tendência é de que as leis sofram flutuações, sem um rumo definido, e que as pessoas se sintam frustradas e com grande necessidade de mudanças, no sentido de humanizar mais a leis e cuidar mais juridicamente dos mais fracos. Um “boom” na procura de cursos universitários e o aumento das viagens pelo ar e pelo mar. Os contatos intercontinentais se intensificam ainda mais em nosso momento globalizado.

Durante o ano de 2010, entre 07/06 e 10/09 Júpter entrará em Áries, pré-anunciando a agitação que será o próximo ano (2011).

Durante o ano, Júpter fará conjunção com Urano em 08/06/2010 as 18:01h, a 0,19 graus de Áries.
A última conjunção de Júpter e Urano foi em 16/02/1997, a 5,55 graus de Aquário.
A próxima acontecerá em 21/04/2024, as 17:00h em 21,55 graus de Touro.
O ciclo dessas conjunções é de 13 a 14 anos, e marca um novo ciclo social de transformações culturais, religiosas, filosóficas e políticas. Júpter conjunto a Urano busca a verdade e abre as portas a novos conhecimentos e comportamentos.

A última conjunção, de 1997, em Aquário, marcou a necessidade de transformações sociais, reformas políticas, conhecimentos partilhados, globalização, avanços tecnológicos e científicos, análise racional das religiões e da espiritualidade, busca de uma filosofia mais humanitária e democrática, uso da tecnologia na cura de doenças, reformas e rebeliões sociais, mais abertura cultural e a sensação de que “estamos todos no mesmo barco”. A política, assunto aquariano e relacionado também com Urano, ganhou destaque, infelizmente pelo seu lado negro (Urano traz a luz do conhecimento). Mas quanto à política muita coisa ainda vem por aí com o passeio de Plutão por Capricórnio (remexerá os governos, sistemas políticos e hierarquias.. é assunto para outro tópico inteiro). A Astrologia, outro assunto aquariano e relacionado também com Urano e Júpter, ganhou mais destaque, cresceu, popularizou-se, abriu as portas ao aprendizado mais facilitado e acessível a qualquer pessoa e ganhou espaço na mídia também.

Em 2010, essa conjunção acontece a 0,19 graus de Áries, e marca um avanço rápido em todos os assuntos relacionados: cultura, política, filosofia, comportamento humano, ciência.

O Ascendente dessa conjunção, Escorpião, com seu regente Plutão firmemente posicionado em Capricórnio e quadrando implacavelmente os dois planetas, mostra com clareza que novos escândalos políticos e econômicos estão por chegar, mas provavelmente dessa vez trarão mudanças fortes e dramáticas na estrutura dos governos dos países.
O co-regente Marte posicionado em Virgem não deve tomar atitudes drásticas, pois a oposição de Netuno lhe “cega” com aquela tendência ruim de mentir, enganar, esconder, iludir, trair.. Mas empresta sua força guerreira ao regente Plutão que fará com que as mudanças estruturais venham das entranhas, por baixo, de dentro, do fundo do poço.
A tendência ariana é pela individualidade, e a tendência capricorniana é pelo coletivo e pela hierarquia. Daí concluo que haverá muitos problemas relacionados com uma hierarquia corrupta e uma individualidade egoísta (por causa da quadratura) e ambas terão que ceder.

A Lua, em Touro, mostra que a população buscará segurança e estabilidade a qualquer preço, temendo alterações bruscas e buscando conforto naquilo que já é conhecido. Também acentua a ganância.

Saturno em movimento retrógrado em Virgem, lança uma oposição lá da casa 12 aos dois planetas, exigindo limites e reavaliação para as atitudes egocêntricas, e acentuando a necessidade de se cuidar da saúde, ser prático e prestar mais atenção à nossa mãe, Terra.

As mulheres terão destaque especial, com Vênus em Câncer no meio do Céu. Possivelmente serão elas a mediar os conflitos, ou alguma mulher em especial se destacará em papel importante de intermediária de paz, negociação, sensibilidade, atenção à família e aos valores femininos como sentimento, proteção, preservação da espécie, cuidados com alimentação, saúde, educação das crianças e proteção dos velhos, doentes e indefesos.
O quadrado que Vênus lança para a Lua mostra que as mulheres não se conformarão com uma posição aparentemente segura e confortável, mas que não corresponda ao real atendimento das necessidades humanas.
Vênus é o planeta do amor e da sensualidade, mas também dos valores pessoais. Concluo que uma revisão nos valores das pessoas (o que é realmente importante?) se fará bastante necessária.
Em Câncer, a tendência superficial e mais conhecida é para o si-mesmo, fechado em sua concha. Mas aprofundando o signo, chegamos às nossas origens, às nossas raízes.
Lá do alto do meio do céu, Vênus em Câncer pede para que o passado seja revisado, e que a viagem empreendida vá até a sua origem, às raízes dos problemas.

Muitos vão profetizar. E será bastante difícil separar o joio do trigo, porque ao mesmo tempo em que muitos estarão falando a verdade, outros muitos estarão delirando.

O Sol em Gêmeos, sem aspectos, e oculto na oitava casa, quer conhecer tudo, controlar e agradar a todos, tarefa meio difícil.

Enquanto a Terra, posicionada em Sagitário na segunda casa, estará ansiando por segurança e mais riqueza, buscando avidamente o crescimento econômico, mas também (ufa) buscando mais conhecimento e esclarecimento.

O grau Sabeu de 0 Áries é “Uma mulher recém saída do mar; uma foca a abraça” e simboliza a emergência de novas maneiras de manifestar os potenciais da consciência. Se refere ao desenvolvimento da consciência individual. A mulher que emerge representa o início da autoconsciência. E todo o início é instável, inseguro, um pouco amedrontador. A foca, um mamífero da água, representa o passado conhecido e seguro, que abraça a novidade insegura. O símbolo representa o impulso, não a decisão que a mulher vai tomar.

O grau Hindu é “Um homem robusto com membros um pouco pesados, está em pé, caminhando; sua mão direita balança uma clava e a mão esquerda
esta apoiada no quadril; uma pele de animal ou um pano grosseiro
lançado sobre o corpo atenua a nudez. Ele dá a impressão de forca
tranquila mas decidida, como Hércules.
ou: Um homem segurando com a mão direita uma foice e com a
esquerda uma atiradeira.
O homem está sozinho, ainda no início de sua jornada, mas já tem conhecimento suficiente para ter roupas e armas e, se está vivo, se alimentou. Traz algum conhecimento anterior, embora ainda seja rude.

Sem dúvida, parece que os próximos anos serão turbulentos e que será necessário usar de muita criatividade, diálogo, negociação e clareza para acertar o passo.

Júpter fará novamente conjunção com Urano em 18/09/2010, mas em movimento retrógrado, em Peixes. Mas o início do ciclo desses dois planetas, o ciclo de 13-14 anos, é em Áries, a 08 de junho, pois é contado a partir do primeiro contato.
Essa segunda conjunção, com os dois planetas em movimento retrógrado, acontecendo em Peixes e recebendo uma oposição do Sol em Virgem, reforça a necessidade de revisar os conteúdos emocionais e espirituais do ciclo, passando pelo crivo do bom senso, avaliando o que realmente é prático, eficiente e útil ao mundo durante esse ciclo. Sol e Saturno em trígono com a Lua em Aquário, que forma um sêxtil com a conjunção acentuam a necessidade de pensar coletivamente, no grupo, e não apenas em si mesmo, que, abertos ao progresso e aos avanços científicos e tecnológicos, há necessidade de compartilhar e distribuir os conhecimentos e as riquezas.

Para uma análise individual, consulte um astrólogo e verifique onde essa conjunção (0,19 graus de Áries) faz contato com seu mapa astral e planetas pessoais. A análise descrita aqui não é pessoal, é geral.

Seja como for, você sempre pode escolher como vai experimentar os trânsitos dos planetas.

Não precisamos esperar a próxima conjunção de Júpter e Urano, em 2024 (será mais tranquila) para viver bem, mesmo precisando resolver tantos problemas. Enquanto resolvemos, vamos vivendo da melhor forma que nos for possível.

E com Júpter transitando em Peixes, minha sugestão vai para meditação, bastante meditação.
Tente não se transformar em uma esponja que a tudo absorve sem discriminação.
É um ótimo momento para deixar fluir os sentimentos, as percepções e os insights e, para não correr o risco de errar, aconselhar-se sempre com aquele nosso melhor amigo, e sábio conselheiro: nosso próprio coração.
Pois o coração tem a sua sabedoria própria, que nem sempre a mente alcança, mas que visa o bem, de si mesmo e de quem lhe cerca.
O coração é um caminho certo, não machuca, não força, tem seus próprios sinais, que são simples como as crianças.
Medite, escute seu coração, e flua com essas energias fortes que vêm por aí.

Namastê.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Receita de Ano Novo




"Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanhe,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa

fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de Janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo

que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.”


Carlos Drummond de Andrade (colaboração da minha amiga Andréa)


Namastê,

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

O Sorriso Interior



Sempre que estiver sentado, e não tiver nada para fazer, relaxe o maxilar inferior e abra levemente a boca.

Comece a respirar pela boca, mas não profundamente.

Permita que o corpo respire de modo que a respiração seja superficial. E quando sentir que a respiração se tornou muito superficial, que a boca está aberta e o maxilar relaxado, todo o seu corpo se sentirá muito relaxado.

Neste momento, comece a sentir um sorriso - não no rosto, mas em todo o seu ser interior... e você é capaz disso.
Não é um sorriso que vem dos lábios - é um sorriso existencial que se espalha interiormente.

Tente e você saberá o que é... porque ele não pode ser explicado. Não há necessidade de sorrir com os lábios; é como se você sorrisse pelo ventre; o ventre está sorrindo.

E é um sorriso, não uma risada, portanto é muito frágil e delicado - como se uma rosa desabrochasse no ventre e espalhasse seu perfume por todo o seu corpo.

Quando você souber o que esse sorriso é, poderá permanecer feliz durante vinte e quatro horas. Sempre que sentir que está perdendo essa felicidade, feche os olhos e agarre novamente esse sorriso, pois ele estará aí. E durante o dia todo, quantas vezes quiser, poderá agarra-lo. Ele estará sempre aí.

(querido Osho, o Livro Orange)

Namastê.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Eclipse do Sol em 15/01/2010, sexta-feira








Em 15/01/2010, sexta-feira, as 4:11h (5:11 hor. de verão) acontece a Lua Nova, a 25 graus de Capricórnio.

O símbolo Sabeu para esse grau de Capricórnio é : “ Um espírito da natureza dançando na névoa iridescente de uma queda d'água.”


A idéia básica desse símbolo é a capacidade de perceber o espírito oculto e criativo dos fenômenos naturais. A percepção da energia oculta através de nossas faculdades relacionadas com o elemento água (emoção, sonhos, etc).
O símbolo hindu é: “Um caminho através de uma floresta: regatas a vela sobre a extensão de um mar calmo; da praia começa uma floresta de pinheiros, da qual se inicia um caminho”.

Com a Lua Nova, acontece junto o fenômeno Eclipse.

Será um eclipse anular do Sol, de visibilidade atravessando uma faixa de 300 km na Terra, que inicia na África, passando pelo Congo, Uganda, Quênia e Somália, e depois vai para o Oceano Indico (quando estará em sua visibilidade máxima), e depois continua pela Ásia em Bangladesh, India, Birmânia (Myanmar) e finalmente na China.
A sombra da penumbra da Lua será visível ainda na Europa Oriental, a maior parte da África, Ásia e Indonésia. Terá duração de 11 minutos e 8 segundos.


No mapa astral do eclipse o Ascendente é Capricórnio, com regente Saturno em Libra, a 4 graus retrógrado, posicionado na casa 10.
A Lua Nova / Eclipse acontece na casa 2, reforçando o simbolismo de recursos materiais, posses, dinheiro, acúmulo e sobrevivência. Vênus em conjunção exata reforça o desejo de posses e de acumular. Como eclipses são extremos (a batalha entre o Sol e a Lua, veja o texto Eclipses, o que são) , a tendência é acumular bens materiais compulsivamente ou desperdiça-los sem controle. Individualmente, a tendência é de as pessoas sentirem vontade de avançar sem escrúpulos no mundo material, sem se prender a coisas como sensibilidade, ética, etc, não se contentando nunca com aquilo que já tem, querendo sempre mais, como se seu eterno vazio clamasse sempre por mais um pouco, mais um pouco..
Na afetividade, a maior tendência é da sensualidade, mas no afeto frieza e tendência a buscar relacionamentos práticos e vantajosos, mais do que buscar afeto.

Mesmo não sendo um eclipse total, acredito que tem força, pois acontece no Nodo Norte, o ponto mais forte do ciclo Nodal (veja o texto Eclipse, o que é isto).

Essa influência tende a permanecer por alguns meses, até o próximo eclipse, que acontecerá em 11 de julho de 2010, e será mais forte, pois será total. Como a Lua é Nova, essas influências se fazem sentir assim que a Lua vai crescendo, pois na Lua Nova tudo ainda está invisível, na fase do “potencial”.

Fique centrado, é um ótimo momento para reavaliar suas condições de sobrevivência, sua situação material, em quê e onde você pode progredir. Tente não reprimir sua sensibilidade, mas aproveite esse momento para ver com mais clareza onde estão suas deficiências no setor “dinheiro e posses” de sua vida.

Saturno em Libra, em movimento retrógrado, pede justiça e partilha, e o movimento retrógrado reforça isso ainda mais, pedindo para reavaliar o passado e corrigir o que for necessário, esse é o momento.

O ótimo aspecto de Urano em Peixes a essa Lunação / Eclipse traz uma possibilidade de novas idéias a respeito de recursos financeiros e, quem sabe, até mesmo a união da espiritualidade com a matéria (traduzindo isso: espiritualidade manifestada, usando o dinheiro de maneira espiritual, compartilhando, etc).

A conjunção de Júpter com Netuno em Aquário, que já iniciou seu ciclo no ano passado, mostra um novo momento na humanidade a respeito de valores éticos, filosóficos e religiosos, com uma tendência e necessidade de se mostrar mais humano e solidário.

Mercúrio, ainda em movimento retrógrado, pede bastante atenção e paciência com os detalhes, a burocracia, as comunicações todas (telefone, internet, palavra falada e escrita, leituras, estudos, pensamentos, etc) pois há no ar uma tendência a atrasos e mal-entendidos, causados principalmente por distração ou desprezo pelos detalhes por pressa e impaciência. Há uma grande possibilidade de você perder (e depois reencontrar, tomara) algum papel ou documento importante, errar os horários do ônibus (seja porque mudaram de repente ou você não prestou atenção), não encontrar as coisas dentro de suas próprias gavetas, se perder com objetos pequenos tipo brincos, chaves (cuidado com isso), aparelho celular, relógios de pulso, etc. Procure ter um pouco de paciência, fique longe de discussões acaloradas (a tendência é que você ou se expresse mal ou não seja compreendido), mantenha seus papéis em ordem e vá com calma no trânsito. O movimento retrógrado de Mercúrio traz esses atrasos e confusões justamente para que paremos um pouco e repensemos, façamos uma reavaliação justamente naqueles assuntos citados que ficarem complicados. É bem possível que algum desses atrasos venha justamente em nosso benefício, e só nos daremos conta disso depois da reavaliação. Se esses atrasos não trouxerem consigo novas oportunidades, então significa que é um bom momento para reavaliar nossa própria atitude em relação a comunicação, trânsito, burocracia e detalhes. Mercúrio está em movimento retrógrado desde 27/12/2009, de maneira que isso tudo já deve ter acontecido, e retoma seu movimento direto dia 16/01/2010. Teremos até o dia 04/02/2010 para consertar o “estrago” (tomara que não tenha lhe acontecido nada demais), quando Mercúrio passará pela segunda vez pelos mesmos graus zodiacais de onde começou seu movimento retrógrado.

Com os planetas em sua maioria no signo de Capricórnio (elemento terra) e o regente Saturno em Libra (elemento ar), interpreto isso em astrologia mundial como uma possibilidade (pequena, pois o eclipse não é total) de transtornos no clima envolvendo movimentos bruscos da terra e dos ventos (terremotos, tremores, vendavais, furacões, etc) nas áreas onde o eclipse é visível. Os símbolos Sabeus e Hindu citados no início, acrescentam o elemento água, mas esses símbolos atuam a nível mais sutil, por isso concluo que, principalmente para as pessoas moradoras do local onde o eclipse for mais visível, as emoções serão muito remexidas, mas com grande possibilidade de visualizar novos caminhos, fazer novas escolhas, tomar decisões importantes.

É um ótimo momento para reler o artigo “o mês de Capricórnio” e praticar a sua meditação ou refletir no seu pensamento-semente.

De qualquer forma, é possível manter a calma. Usar a energia da Lua mais forte a nosso favor, cultivando a sensibilidade, a intuição, os talentos interiores, ouvindo mais o nosso próprio Ser, pois estaremos muito abertos a toda influencia emocional, astral, subconsciente nesse período. Com o Sol eclipsado é mais difícil de usar a razão, o raciocínio e a clareza, mas isso não é desculpa para atitudes impulsivas que prejudiquem alguém ou a si mesmo. Atitudes impulsivas de amor e carinho também são possíveis de acontecer, a escolha é sempre sua.

Namastê.

Eclipse, o que é isso





















Eclipses são fenômenos naturais, atualmente explicáveis pela ciência.

Os eclipses podem acontecer com qualquer planeta, mas nós, aqui na Terra damos mais atenção aos eclipses do Sol e da Lua, porque são visíveis para nós.

Eclipsar significa “ocultar”

Então, num eclipse do Sol, ele fica oculto, e num eclipse da Lua, ela quem permanece escondida.

Existem pontos fictícios no céu, chamados Nodos

Não são corpos celestes, mas são pontos onde se cruzam as órbitas do Sol com a da Lua. 
Se fosse possível, o Sol e a Lua se chocariam quando cruzassem os pontos dos Nodos. Mas isso não acontece porque estão muito distantes um do outro (só prá lembrar, seria impossível a Lua chegar tão perto ao ponto de se chocar com o Sol, pois ela derreteria ou explodiria antes disso).

Os Nodos são dois: Nodo Norte e Nodo Sul, pois um é oposto ao outro. 

São pontos fictícios ao Norte e ao Sul do espaço sideral.
Os antigos chamavam esses pontos de Cabeça (Nodo Norte) e Cauda (Nodo Sul) do Dragão. 

Para melhor explicar o simbolismo astrológico dos Nodos, é como se ali existisse um Dragão, com sua cabeça ao Norte e sua cauda ao Sul. Então, ele se alimenta pelo norte (onde a energia entra) e libera pelo sul (onde a energia sai).

Os eclipses só são possíveis de acontecer no local dos Nodos, a uma distância máxima de 18 graus para cada lado do grau exato do Nodo.


Por isso, para quem é leigo, verifique os graus zodiacais de cada eclipse durante um ano: verá que os eclipses sempre acontecem no mesmo signo, e depois começam a acontecer no signo imediatamente anterior, e vizinho. Isso porque os Nodos se movimentam em sentido zodiacal contrário.

Sabemos que o tamanho do Sol é muito maior do que o tamanho da Lua. 

Mas, daqui do ponto de vista da Terra, vemos o Sol e a Lua do mesmo tamanho, e algumas vezes o diâmetro da Lua nos parece ainda maior do que o do Sol. Claro! A Lua está mais próxima de nós. 
Enfim, por causa disso também são possíveis os eclipses (ocultações). Pois, como poderia a Lua ocultar o Sol, se ela é infinitamente menor? Mas aqui da Terra ela é vista do mesmo tamanho e até maior as vezes, por causa da distância. O Sol é enorme, mas está muito mais longe!

Outra coisa importante: os eclipses só acontecem durante a Lua Nova ou a Lua Cheia. Eles não são possíveis de acontecer em Lua Crescente ou Minguante. E acontecem no momento exato da mudança da fase.

Eclipses do SOL: Só acontecem na Lua NOVA.
Eclipses da LUA: Só acontecem na Lua CHEIA.

Os eclipses fazem parte de um ciclo de “relacionamento” do Sol com a Lua

É chamado de ciclo metônico, em homenagem ao seu descobridor, o astrônomo grego Meton, no século V a.C. 
O ciclo metônico (dos eclipses) tem 19 anos de duração e contém 235 ciclos de lunações (luas novas e cheias). 
Esse ciclo informa a ocorrência de eclipses no mesmo grau do signo zodiacal, mas não informa se os eclipses serão visíveis ou não, apenas diz que ocorrerão em tal grau zodiacal. 
Explicando: a cada 19 anos, o eclipse do Sol ou da Lua repetirá sua posição exata de 19 anos anteriores!

As Luas Novas, separadamente, têm um ciclo de 29 anos, mas dessas, somente algumas serão eclipses.

Os eclipses só são possíveis de acontecer quando o Sol e/ou a Lua estão cruzando o ponto dos Nodos, Norte ou Sul, a uma distância de no máximo 18 graus para o Sol, e 12,5 graus para a Lua.
O Sol cruza esses pontos 2 vezes por ano: uma vez no Nodo Norte e outra vez no Nodo Sul. E somente nesses períodos é que os eclipses acontecem.

Astrologicamente, consideramos os eclipses como uma “guerra” (principalmente se forem totais) ou uma “pequena discussão” entre o Sol e a Lua, (ou entre o passado e o futuro).


São momentos em que a humanidade fica dividida entre ir para a frente ou voltar para trás. 

E não é uma simples dúvida, geralmente é algo bastante radical: ir para a frente, num eclipse, significa largar o passado mesmo que ele seja importante, desconsiderar a experiência, pensar somente no que vem e não pensar se pode-se estar arrancando as próprias raízes. 

Da mesma forma, voltar para trás, nesse caso, quer dizer, se fechar para tudo o que for novidade, agarrar-se à tradição, ao que é seguro, relembrar (e as vezes cobrar) mágoas e experiências desagradáveis que já se foram, etc.
Porque num eclipse, o Sol e a Lua estão em confronto direto, ou seja, no simbolismo astrológico: a mente e a emoção, o futuro e o passado, o ego e a família, o brilho pessoal e a intimidade, o aprendizado e a experiência, etc, etc

ECLIPSES DA LUA

Acontecem SEMPRE na LUA CHEIA
Para que a Lua Cheia seja também o fenômeno Eclipse, é necessário que a Terra passe entre o Sol e a Lua, no grau zodiacal exato, e lance sua sombra sobre a Lua.
Podem ser totais, parciais ou penumbrais.


Astrologicamente, a Lua representa o passado e as emoções.


Portanto, se o eclipse é da Lua, o passado, as emoções, a sensibilidade e toda o simbolismo da Lua fica escondido, reprimido, e a tendência é agir friamente, sem sensibilidade, usando apenas a lógica, e o ego fica sobressalente.


Nos eclipses da Lua, com a Lua oculta, perdemos o contato com nossa sensibilidade e nos voltamos para o futuro. 

Caso não nos tornemos frios nesse período, é um ótimo momento para deixar de lado crenças antigas, mágoas, rancores, e fazer novos planos para o futuro, se abrir a novas possibilidades.

Em astrologia mundial, eclipses da Lua correspondem a reviravoltas, greves, rebeliões e agitações da massa, do povo.

ECLIPSES DO SOL

Acontecem SEMPRE na LUA NOVA
Para que essa Lua Nova seja também Eclipse, é necessário que a Lua passe entre a Terra e o Sol, no grau zodiacal exato, e faça sombra ao Sol, lançando sua sombra sobre a Terra.
O número máximo de eclipses do Sol, por ano, é 5, e isso acontece a cada 300 anos, aproximadamente.

Podem ser totais, anulares ou parciais.

Astrologicamente, o Sol representa o ego, o brilho, a mente, o raciocínio, a razão, o futuro.


Por isso, se o eclipse é do Sol, a tendência é que o ego, a racionalidade e o brilho pessoal fiquem ocultos e reprimidos, e a tendência é agir compulsivamente, somente pelas emoções e pelas referências do passado.


Pode ser um bom momento para refletir a respeito do nosso passado, já que o Sol está oculto e a Lua que aparece mais


A tendência é nossa mente ser invadida por recordações, e, caso não sejam recordações felizes, é um bom momento para reavaliar, perdoar e se libertar disso tudo. 

Devemos tomar o cuidado para não agir sem racionalidade, ou compulsivamente, mas pode ser ótimo para avaliar com clareza nosso passado e emoções.

Em astrologia mundial, eclipses do Sol correspondem a agitações dos governantes, com crises políticas de difícil solução, e grandes mexidas no clima, com fenômenos naturais tipo terremotos, maremotos, etc, nos locais onde o eclipse é visível.

Tanto para o Sol como para a Lua, os eclipses que terão mais influência, que mais serão sentidos, são os totais

Quanto maior fôr o fenômeno, mais forte será a influência sobre os mapas pessoais e principalmente sobre os países e regiões onde eles são visíveis.

A tendência é que em locais onde o eclipse não seja visível, se acontecer algo ligado a ele, deve ser passageiro, e será mais marcante quanto mais visível for o fenômeno.

Em mapas individuais, além da força, e da visibilidade, há também o trânsito (principalmente a conjunção e oposição) que o eclipse fará com o mapa pessoal, e em que parte. Para maiores informações, consulte um astrólogo (a).

Principalmente se você já passou dos 19 anos, saiba que já viveu um ciclo completo de eclipses, com todos os pontos zodiacais possíveis de eles acontecerem, e com apenas a diferença de magnitude e intensidade.
Se você tem mais de 38 anos, já passou 2 vezes pelo ciclo completo dos eclipses.


Não se assuste com os eclipses. 

Se você permitir a si mesmo ficar com medo desses fenômenos naturais, estará aumentando a possibilidade de ser muito mais afetado emocionalmente (como foi descrito antes, essa já é uma possibilidade, mesmo se você não se assustar). 
Será muito mais produtivo para você, se por ocasião desses acontecimentos praticar meditações, relaxamentos ou outras técnicas que você prefira, para aproveitar as energias ao máximo, canalizando para o seu bem estar, e o das pessoas próximas a você.

Namastê.

Eclipses 2010


















Durante o ano de 2010, acontecem os seguintes eclipses:

15/01/2010 : Eclipse anular do Sol.
horário: 4:12h (5:12 horário de verão)
grau zodiacal: 25 graus de Capricórnio
eixo nodal: Nodo Norte


26/06/2010: Eclipse parcial da Lua.
horário: 8:31h
grau zodiacal: 4 graus de Capricórnio
eixo nodal: Nodo Norte
Esse eclipse será visível no hemisfério Sul

11/07/2010: Eclipse total do Sol.
horário: 16:42h
grau zodiacal: 19 graus de Câncer
eixo nodal: Nodo Sul
É um eclipse total e bastante visível no hemisfério Sul. Começa do sul do Pacífico, especialmente Polinésia Francesa, nas ilhas Fuji e Cook, na ilha da Páscoa, e depois na projeção continua pelo Peru. Bolívia, Argentina e Chile (no extremo sul da Patagônia, onde a magnitude será maior). No Paraguai, Uruguai e Brasil o efeito só será visível na parte sul, e no pôr do sol.

21/12/2010: Eclipse total da Lua.
horário: 5:15h
grau zodiacal: 29 graus de Gêmeos (vizinho de Câncer)
eixo nodal: Nodo Sul
Visível em toda a América do Norte, Canadá, Escandinávia, Groenlândia e parte da Rússia.

Namastê.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Cientistas detectam movimentação no pólo norte magnético da Terra



Na imagem artística, as linhas azuis mostram o campo magnético norte da terra e do polo norte magnético

O polo norte magnético da Terra está avançando em direção à Rússia a quase 64 quilômetros por ano devido a mudanças magnéticas no núcleo do planeta, afirma nova pesquisa.

O núcleo é profundo demais para que os cientistas detectem diretamente seu campo magnético.
Mas os pesquisadores podem inferir os movimentos do campo acompanhando como o campo magnético terrestre muda na superfície e no espaço.

Agora, novos dados analisados sugerem que existe uma região de magnetismo em rápida transformação na superfície do núcleo, possivelmente sendo criada por uma misteriosa "pluma" de magnetismo proveniente do interior do núcleo.
E essa região pode estar deslocando o polo magnético de sua posição de longa data no norte do Canadá, disse Arnaud Chulliat, geofísico do Institut de Physique du Globe de Paris, na França.

Em Busca do Norte
O norte magnético, que é o lugar para onde as agulhas das bússolas realmente apontam, está próximo, mas não exatamente no mesmo lugar do Polo Norte geográfico.

Neste momento, o norte magnético está próximo à ilha canadense Ellesmere.


Por séculos, navegadores usam o norte magnético para se orientar quando estão distantes de pontos de referência reconhecíveis.
Embora os sistemas de posicionamento global tenham em grande parte substituído essas técnicas tradicionais, muitos ainda consideram as bússolas úteis para se orientar sob a água ou no subterrâneo, onde não há sinal dos satélites de GPS.

O polo norte magnético se deslocou muito pouco desde a época em que os cientistas o localizaram pela primeira vez em 1831.
Depois, em 1904, o polo começou a avançar rumo ao nordeste num ritmo constante de 15 km por ano.

Em 1989, ele acelerou novamente, e em 2007 cientistas confirmaram que o polo está agora galopando em direção à Sibéria a um ritmo de 55 a 60 km por ano.

Um deslocamento rápido do polo magnético significa que mapas do campo magnético devem ser atualizados com mais frequência para que usuários de bússola façam os ajustes cruciais do norte magnético para o verdadeiro Norte.


O Polo Itinerante
Geólogos acreditam que a Terra tem um campo magnético porque o núcleo é formado por um centro de ferro sólido cercado por metal líquido em rápida rotação. Isso cria um "dínamo" que comanda nosso campo magnético.

Os cientistas suspeitam há muito tempo que, como o núcleo fundido está em constante movimento, mudanças em seu magnetismo podem estar afetando a localização na superfície do norte magnético.


Embora a nova pesquisa pareça sustentar essa ideia, Chulliat não pode afirmar que o polo norte vai um dia mudar para a Rússia. "É muito difícil prever", disse Chulliat.
Além disso, ninguém sabe quando e onde outra mudança no núcleo poderá se manifestar, fazendo o norte magnético se mover rumo a uma nova direção. Chulliat apresentou seu trabalho em um encontro da União Geofísica Americana, em São Francisco.
(Tradução: Amy Traduções)

Namastê.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Meditação do cigarro



Bhagwan contou: um homem veio a mim. Ele sofria do vício de fumar há trinta anos; ele estava doente e os médicos disseram: “Você nunca ficará bom se não parar de fumar.” Ele era um fumante crônico e não conseguia parar. 
Mas ele tentou, tentou arduamente e sofreu muito tentando. 
Conseguia por um ou dois dias, mas então a necessidade de fumar vinha tão forte que simplesmente o vencia. 
Novamente ele caía no mesmo esquema.

Por causa disso, ele perdeu toda a auto-confiança; sabia que não podia fazer nem essa pequena coisa: parar de fumar. 
Ele se desvalorizava diante de si mesmo; considerava-se a pessoa mais sem valor do mundo. 
Não tinha mais respeito por si mesmo. 


E assim, ele veio a mim.
Ele disse: “O que posso fazer? Como posso parar de fumar?” 
Eu lhe disse: “Você tem que entender. Agora, fumar não é apenas uma questão de decisão.
É algo que já entrou no seu mundo de hábitos; já se enraizou. 
Trinta anos é um longo tempo. 
Esse hábito tem raízes no seu corpo, na sua química, espalhou-se em você. 
Não é mais apenas uma questão de decidir com a cabeça; sua cabeça não pode fazer nada. 
Ela é impotente; pode começar coisas, mas não pode para-las facilmente. 
Uma vez que você começou e praticou por tanto tempo, você é um grande yogi - trinta anos de prática de fumar ! 
Já se tornou automático: você tem que desautomatizar isso”. 
Ele perguntou: “O que você quer dizer por 'desautomatizar'?”

É nisso que consiste toda a meditação: na desautomatização.

Eu lhe disse: “Faça uma coisa: esqueça tudo sobre parar de fumar. 
Não há necessidade. 
Por trinta anos você fumou e viveu; é claro que foi um sofrimento, mas você se acostumou a ele também. 
E o que importa se você morrer algumas horas antes do que morreria sem fumar? 
O que você vai fazer aqui? 
O que você fez? 
Então, qual a diferença de morrer na segunda, na terça ou no domingo, neste ou naquele ano - que importa?”
Ele disse: “Sim, é verdade, não importa”.
Então eu disse: “Esqueça tudo sobre parar de fumar; não vamos parar absolutamente. 
Ou melhor, vamos compreender isso. 
Assim, da próxima vez, faça do fumar uma meditação”.
Ele disse: “Do fumar uma meditação?” 
Eu disse: “Sim. Se as pessoas Zen podem fazer do beber chá uma meditação, uma cerimônia, por que não usa o cigarro? 
Fumar também pode ser uma bela meditação”.
Ele ficou impressionado e disse: “O que você está dizendo? Meditação? Conte-me - nem posso esperar!”

Então, dei a meditação para ele:

“Faça uma coisa. 
Quando pegar o maço de cigarros do seu bolso, pegue-o bem lentamente. 
Curta, não há pressa. 
Fique consciente, alerta, atento; pegue lentamente, com atenção total.
 Então, tire um cigarro do maço com toda a atenção, lentamente, não da velha maneira apressada, inconsciente, mecânica. 
Depois, comece a bater o cigarro no maço, atentamente. 
Escute o som, como fazem as pessoas Zen quando o samovar começa a cantar e o chá começa a ferver... e o aroma... 
Então cheire o cigarro e sinta sua beleza...”

O homem disse: “O que você está dizendo? A beleza?”
“Sim, ele é belo. 
O tabaco é tão divino quanto qualquer outra coisa. 
Cheire-o; é o cheiro de Deus.”
O homem ficou um pouco surpreso: “O quê! Você está brincando!”
“Mesmo quando brinco, não brinco. 
Sou muito sério.”
“Então, ponha o cigarro na boca, com toda a atenção, e acenda-o.
 Curta cada ato, cada pequeno ato e divida-o em muitos pequenos atos para que você possa tornar-se o mais alerta possível.
Dê a primeira tragada: Deus em forma de fumaça.. 
Os hindus dizem 'Annan Brahm' - ' Comida é Deus ' . Por que não a fumaça? 
Tudo é Deus. 
Encha profundamente seus pulmões - isto é pranayam
Estou lhe dando uma nova yoga para um novo tempo!
Depois solte a fumaça e relaxe, dê outra tragada - e faça tudo bem devagar...
Se você puder fazer isso vai ficar surpreso; logo verá toda a estupidez disso. 
Não porque os outros estão lhe dizendo que é estúpido, que é ruim. 
Você o verá; e não apenas intelectualmente, mas a partir de seu ser total; será uma visão da sua totalidade. 
E então, um dia, se o vício desaparecer, desapareceu; se continuar, continuou. 
Você não vai ter que se preocupar com isso.”
Depois de três meses, o homem voltou e disse: “Ele desapareceu!”

Agora”, eu disse, “tente isso com outras coisas também”.

Este é o segredo, O segredo: desautomatizar.
Andando, ande devagar, atentamente.

Olhando, olhe cuidadosamente, e você verá que as árvores estão mais verdes do que nunca e as rosas estão mais rosas do que nunca.

Escute! Alguém está falando, sussurando: ouça atentamente.

Quando você falar, fale atentamente.
Deixe que toda a sua atividade de despertar torne-se desautomatizada.

(eu amo Osho)
(do seu livro: O Livro Orange)

Namastê.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Número do Relacionamento


NÚMERO DO RELACIONAMENTO


Aí vai uma análise dos relacionamentos com base na Numerologia, de maneira bem simples:

Número do Relacionamento - tipo de relacionamento
Você soma o seu número da Personalidade (nome completo) com o número da Personalidade (nome completo) da pessoa em questão.

A soma é o Número do Relacionamento de vocês.
exemplo:
Seu número é 2 e o número da outra pessoa é 8.
A soma é 10 ( 1 + 0 = 1).
Então esse é um “Relacionamento 1”.
Terá todas as características do número 1.
obs: você pode fazer isso com apelidos, pois eles são o nome/mantra pessoal da pessoa também.


Destino do Relacionamento
Você soma o número do seu Destino (data de nascimento completa, dia, mês e ano) com o número do Destino (data de nascimento) da pessoa em questão.
A soma é o Número do Destino do Relacionamento de vocês, mostra o Caminho.
exemplo:
se você nasceu em 26-12-1989 (soma 11/2) e
a pessoa que você está analisando nasceu em 14-02-1985 (soma 3).
Somando os dois:
11 + 3 = 14 / 1 + 4 = 5
Então o “Destino do Relacionamento” é 5/14.
O Número do Destino é o caminho que la Personalidade fará na vida.
O seu destino (2/11) + o destino da pessoa (3) vai tomar o caminho 5/14.
No exemplo, teremos Relacionamento 1 com Destino 5/14.


Número Chave do Relacionamento, ou Número da Realidade.
Você soma os Números Chave de cada um.
O Número Chave é a soma da Data de Nascimento (Destino) + o Número do Nome (Personalidade).
O resultado é o Número Chave do Relacionamento.
exemplo usando os dados desse texto:
seu nome (2 ) + seu destino (2/11 ) = 13/4 seu Número Chave
nome da pessoa (8 ) + destino da pessoa (3 ) = 11/2 Número Chave da pessoa
seu Número Chave (13 ) + Número Chave da Pessoa (11) = 24 = 6
O Número Chave do Relacionamento é 6.
O Número Chave é uma influência constante mas nem sempre evidente, as vezes fica como um pano de fundo e às vezes aparece forte.

Também é chamado por alguns de Número da Realidade pois essa vibração está presente todo o tempo, em conjunto com os outros Número (Personalidade e Destino).
O Número Chave, ou Número da Realidade de um relacionamento, mostra o assunto que estará sempre presente na vida e no cotidiano do relacionamento.
Você busca seu significado tanto no Número do Relacionamento como no Número do Destino do Relacionamento.
Esse número não se sobrepõe ao Número do Relacionamento nem ao Destino, mas atua em conjunto, e em segundo plano.

SIGNIFICADOS:
com a soma dos nomes
número do tipo de Relacionamento

RELACIONAMENTO 1: Muito dinâmico, estão sempre inventando coisas novas para fazer e o relacionamento é independente das outras pessoas. Sexualidade forte. Muita atividade mental e criatividade. O relacionamento pode ser visto como uma grande novidade, algo muito diferente, para os dois.
dificuldade: um quer mandar no outro.


RELACIONAMENTO 2: Muita conversa, tudo é resolvido com o diálogo. Um cuida do outro. O relacionamento é fechado para os outros e muito carinhoso. Muita intimidade. Bom para o casamento e a família. Terão muita paciência um com o outro para fazer alguns ajustes.
dificuldade: dependência.


RELACIONAMENTO 3: Muita conversa, brincadeira, diversão. Sensualidade. Relacionamento movimentado, são parceiros. Interesses mentais em comum. Quase sempre alegre e bem humorado, mas as vezes tem polêmicas e discussões.
dificuldade: crítica ou fofoca.


RELACIONAMENTO 4: Estável, voltado para os assuntos práticos, um pouco possessivo também. Raramente brigam, mas quando acontecem, as brigas são terríveis. Sentimento de segurança, um relacionamento que quer durar para sempre. Constroem coisas duráveis juntos.
dificuldade: estagnação.


RELACIONAMENTO 5: Atração física é forte. O relacionamento é muito movimentado, cheio de imprevistos, altos e baixos. Muitos interesses mentais e culturais em comum. Talvez um dos mais sensuais de todos. Mas está sempre em movimento, por isso é instável. A não ser que vivam viajando.
dificuldade: instabilidade.


RELACIONAMENTO 6: Um dos mais carinhosos. Voltado para o afeto, a gentileza e a sedução. Pode ser que vivam “grudados” mas não abrem mão da vida social. Equilibram intimidade com a vida social. Bom para o casamento e as parcerias. Também gostam de cuidar um do outro.
dificuldade: submissão, excesso de regras


RELACIONAMENTO 7: É um relacionamento profundo, e isolado dos amigos, mas muito intenso dentro da sua própria concha. Provavelmente as duas pessoas aprenderão muito uma com a outra. É um dos relacionamentos de profunda afinidade, que provavelmente será inesquecível.
dificuldade: ideais inalcançáveis, realidade alternativa


RELACIONAMENTO 8: A sexualidade é um ponto forte nesse relacionamento, mas não é um relacionamento fácil. As duas pessoas são bastante independentes uma da outra e pensam mais em si do que no parceiro. Tem altos e baixos, mas não de maneira tão rápida como o 5. Não é muito estável, mas é bom para os assuntos práticos. É intenso, mas pode acabar por bobagem.
Deixa marcas profundas.
dificuldade: materialismo


RELACIONAMENTO 9: O mais emocional e sentimental de todos, vai aos extremos. Os sentimentos são à flor da pele, e compartilhados com seus muitos amigos. Há muita conversa, interesses mentais em comum, sensualidade. As duas pessoas crescem uma com a outra e devem tomar cuidado com o vício do “casa e separa”.
dificuldade: hipersensibilidade


NÚMEROS MESTRES 11, 22, 33 : São os relacionamentos difíceis e incompreendidos. 11 é abstrato, espiritual e com mental acelerado. 22 é emocional, prático e realizador. 33 é dedicado, sentimental e se sacrifica pelo outro. Esses números vibram em escala elevada, porém também vibram com suas essências 11 = 2, 22 = 4, 33 = 6.


com a soma das datas
Número do Destino no Relacionamento

DESTINO DO RELACIONAMENTO 1: Esse relacionamento marca uma nova fase na vida das pessoas envolvidas. Será sempre movimentado e um vai querer mandar no outro. Esse relacionamento tem um potencial para ser rápido e forte. Para durar, tem que ter novidade todo o dia. Muda o rumo das pessoas envolvidas.


DESTINO DO RELACIONAMENTO 2: Mesmo que não sejam “feitos um para o outro” , esse relacionamento deve se tornar estável e duradouro. Aparentemente calmo e tranquilo, é baseado no diálogo e na compreensão. Seu caminho envolve família e intimidade.


DESTINO DO RELACIONAMENTO 3: Alegre e divertido, despreocupado e sensual. Traz crescimento e sorte para os dois e a vida social é intensa. Muitos amigos em comum. Seu caminho é divertido, com festas, viagens, estudos.


DESTINO DO RELACIONAMENTO 4: Tem potencial para durar muito tempo e tendência a se acomodar. Tendência a construir algo material em conjunto. Seu caminho é constante, rotineiro, com poucas novidades e poucas mudanças. Traz estabilidade e segurança para os envolvidos.


DESTINO DO RELACIONAMENTO 5: É instável, imprevisível e cheio de surpresas para os dois. A sensualidade é forte e se o desejo termina o relacionamento também termina. Mas se divertem bastante. Seu caminho é de altos e baixos, com imprevistos, mas surpresas agradáveis. Pode envolver viagens e estudos, ou religião e filosofia. Agita a vida dos dois.


DESTINO DO RELACIONAMENTO 6: As coisas acontecem devagar, com muito cuidado. Cheio de carinho e muito afetivo, a sensualidade se mistura com a ternura. Se não se cuidarem, casam. Seu caminho envolve família e vida social. Traz responsabilidades extras para os envolvidos.


DESTINO DO RELACIONAMENTO 7: Traz lições importantíssimas para os dois. É um relacionamento profundo e íntimo, que deixa suas marcas e lembranças. Tem um toque diferente de tudo o que os dois tiveram até aqui. A sensação de ter encontrado sua alma gêmea faz com que os envolvidos cuidem um do outro. O caminho traz conhecimentos espirituais, técnicos ou outros, dependendo da área de interesse.


DESTINO DO RELACIONAMENTO 8: Cheio de reviravoltas e muito desejo, as pessoas aqui tem a tendência a lutar pelo poder. O poder se alterna, como se fosse um ciclo. Um ajuda o outro a usar todo o seu potencial. Possessivo e ciumento. Traz muitos benefícios para os dois, se conseguirem parar de tentar dominar a outra pessoa.


DESTINO DO RELACIONAMENTO 9: Embora tenha muitos sentimentos e quase sempre a flor da pele, esse relacionamento pode se tornar um pouco impessoal, porque a vida social é tão intensa que a intimidade vai para o segundo plano. Também tem um potencial para viver escândalos e fazer muito barulho. Traz fama e sucesso para os dois.


DESTINO DO RELACIONAMENTO 11: Esse é o mais difícil e incompreendido dos Números Mestres. Seu caminho é instável. Oscila períodos de muita energia com outros de desânimo. Precisa de constante movimento. Traz descobertas importantes para os dois. Às vezes tem a impressão de ser uma só pessoa, e em outras a impressão é de que são estrangeiros um para o outro. Pode haver constante intervenção de terceiros no relacionamento, principalmente nos períodos que a comunicação fica difícil. 11 também vibra com o Destino 2.


DESTINO DO RELACIONAMENTO 22: Esse relacionamento traz vantagens materiais e realizações importantes para os dois. O caminho é de prosperidade, crescimento, mas também de constante trabalho e esforço. A família e o trabalho são muito importantes e influenciam no relacionamento. Tendência a construir uma vida estável. 22 também vibra com o Destino 4.



DESTINO DO RELACIONAMENTO 33: Esse é um relacionamento de boa comunicação e gentilezas, mas pode envolver algum sacrifício ou muitas tarefas extras para um dos dois, ou para os dois. É possível que tenham projetos sociais em comum. 33 também vibra com o Destino 3.

Namastê.